Empresas descobrem, na pandemia, novas estratégias para o sucesso a qualquer tempo

Serviços novos ou ampliados por conta do isolamento caem no gosto do consumidor de Niterói

Por Irma Lasmar

Grasiela Camargo, do Clubinho de Ofertas
Grasiela Camargo, do Clubinho de Ofertas -
Niterói - Profissionais das mais diversas áreas tiveram que reinventar a si ou aos seus negócios durante a pandemia para sobreviver formal ou informalmente no mercado de trabalho brasileiro, que já vive a crise econômica desde antes do coronavírus atacar o país e o mundo. Mesmo quem já tinha empresa, independentemente do porte, precisou - e ainda precisa - de criatividade para no mínimo manter os clientes já existentes, ressignificando seus produtos ou serviços de modo que se torne quase essencial. Em Niterói, inúmeras inovações ou ampliações foram criadas ainda no distanciamento social e deram tão certo que devem permanecer nos escopos.
Um deles foi o delivery de combos de beleza lançado pelo centro de beleza Mais Bonita, em Icaraí, para que homens e mulheres das mais diversas idades pudessem cuidar dos cabelos em casa. "Vou continuar continuar fornecendo os kits de autocuidado pelo WhatsApp e pela rede social, pois a novidade significou um aumento de 20% das vendas e também facilitou a vida de muitos clientes", conta a empresária Viviane Silveira, feliz com o sucesso e também em ver a alegria das consumidoras. 
A Brenda Fashion, em Santa Rosa, criou o serviço de malinha, com a seleção das peças de vestuário de acordo com o perfil das compradoras. "Durante a quarentena e com o brechó físico ainda fechado, este novo recurso representou 80% das vendas, com foco na nossa clientela antiga e já conhecida, enquanto a loja virtual tem 20% da demanda. Mas acredito que meu público gostou da praticidade, principalmente, porque faço uma seleção focada no perfil da cliente, então a expectativa é que a malinha continue como fonte principal de renda, daqui pra frente, representando pelo menos cerca de 60% dos nossos lucros na pós-pandemia", diz a proprietária Brenda Bernardes.
O sistema delivery parece mesmo ter se fortalecido com a quarentena e o isolamento social. A loja Prabhu, também na zona sul, inaugurou o serviço de entrega de brinquedos, bem como a Delice, especializada em doces para casamentos, que ampliou os negócios e o segmento de produção, lançando cestas gastronômicas que incluem até caldos.
Já o Clubinho de Ofertas, que vendia ingressos para teatro infantil com desconto no Rio e em Niterói, criou o Clubinho Play, uma plataforma de streaming de teatro, circo e outros programas culturais para os pequenos. "O Clubinho Play amplia e democratiza o acesso à cultura, pois os espetáculos podem ser assistidos a qualquer momento e de qualquer lugar. Moradores de cidades que antes não tinham tantas opções de atrações infantis agora podem curtir espetáculos exibidos nas grandes capitais. Temos muitos clientes de Niterói que antes atravessavam a ponte Rio-Niterói para assistir aos espetáculos e agora podem conferir os do Rio, São Paulo e até Belo Horizonte sentados no conforto do sofá de casa", comenta a gestora Grasiela Camargo, revelando que o novo serviço deve representar até 20% do faturamento da empresa.

Galeria de Fotos

Grasiela Camargo, do Clubinho de Ofertas Divulgação / Priscila Correia
Brenda Bernardes, do Brechó Brenda Divulgação / Priscila Correia
Viviane Silveira, do salão Mais Bonita Divulgação / Priscila Correia

Comentários