Benny Briolly tem 29 anos - Imagem Internet
Benny Briolly tem 29 anosImagem Internet
Por O Dia
Niterói - Nestas eleições municipais, ao menos 16 pessoas trans, sendo 12 delas mulheres, foram eleitas para as câmaras municipais. Os dados, atualizados na manhã desta segunda-feira,16, são Associação Nacional de Travestis e Transexuais (Antra) e representam um aumento de 87,5% em relação às eleições de 2016.

Pela primeira vez na história política da cidade, Niterói, na Região Metropolitana do Rio, elegeu para o cargo do legislativo municipal uma travesti. Benny Briolly, do Psol, foi a quinta vereadora mais votada, obtendo 4.367 votos.
Publicidade

Nas redes sociais, a deputada federal Talíria Petrone Soares (Psol) parabenizou a colega de partido. "Muito feliz com a eleição da querida @BBriolly. Primeira mulher negra e trans a ocupar a Câmara de Niterói. Puro orgulho e puro amor!Benny é amor e raça!", postou em sua pagina do twitter a deputada.
Benny Briolly, de 28 anos, é do bairro Fonseca, na Zona Norte de Niterói. Ele votou no bairro, acompanhada de uma amigo.

Em outubro, esteve na delegacia de Niterói e registrou uma ocorrência apos ser ameaçada de morte e sofrer ataques de ódio pelas redes sociais.
Publicidade

A ativista esteve presente na manifestação do movimento Vidas Negras Importam. Benny também participou do protesto de 2018, que ocorreu em razão da morte da vereadora Marielle Franco, assassinada em março daquele ano.

Sua propostas de campanha são direcionadas para a defesa pelos direitos da comunidade LGBTQI+, das mulheres e da população negra.