Bando faz série de assaltos pelo Rio e mata motorista em Ricardo de Albuquerque

Bandidos roubam carros nas zonas norte e sul e mantiveram oito pessoas reféns

Por paulo.gomes

Rio - Um homem morreu após se recusar a entregar seu carro durante uma tentativa de assalto, na noite de quarta-feira, em Ricardo de Albuquerque, na Zona Norte. Antes, os mesmos bandidos já haviam feito uma série de assaltos e mantido oito pessoas reféns e rodaram com eles por várias partes da cidade.

Segundo a polícia, o primeiro roubo aconteceu em Honório Gurgel, na Zona Norte. Os bandidos estavam em um carro roubado e assaltaram mais um veículo, mantendo os ocupantes reféns. Eles foram levados até a Lagoa, na Zona Sul, onde um novo carro foi roubado e os bandidos fizeram mais reféns.

Em depoimento na delegacia, as vítimas contaram que foram levados para alguma favela que não souberam identificar. Eles sofreram ameaças. E em seguida, levados para Ricardo de Albuquerque, onde foram abordados por policiais militares do 41º BPM (Irajá).

Os bandidos tentaram fugir a pé pela linha do trem, além de tentarem roubar mais um carro. O motorista reagiu e morreu após ser baleado pelos criminosos. Os reféns foram libertados pelos PMs.

“Esse sequestro não foi tão relâmpago assim. Os criminosos roubaram tudo deles. Um dos sequestrados foi encontrado só de cueca. Pelo menos, os bandidos não conseguiram sacar dinheiro das vítimas em bancos por causa do horário", contou o comandante do 41º BPM, tenente-coronel Luís Carlos Leal.

Os roubos e o assassinato foram registrados nas 31ªDP (Ricardo de Albuquerque) e 39ªDP (Pavuna), respectivamente.

Uma assinatura que vale muito

Contribua para mantermos um jornalismo profissional, combatendo às fake news e trazendo informações importantes para você formar a sua opinião. Somente com a sua ajuda poderemos continuar produzindo a maior e melhor cobertura sobre tudo o que acontece no nosso Rio de Janeiro.

Assine O Dia