Justiça do Rio condena 'Maníaco de Guarulhos' a 15 anos de prisão

Além de crimes em São Paulo, Leandro Basílio Rodrigues foi condenado por asfixiar uma moradora de rua na entrada da favela do Jacarezinho, na Zona Norte

Por bianca.lobianco

Rio - Leandro Basílio Rodrigues, que ficou conhecido como o “Maníaco de Guarulhos”, foi julgado e condenado pelo Tribunal do Júri, nesta terça-feira, a 15 anos de reclusão por homicídio qualificado. Ele é acusado pelo Ministério Público do Estado do Rio de Janeiro (MPRJ) de ter matado por asfixia uma moradora de rua na entrada da favela do Jacarezinho, na Zona Norte do Rio.

A sessão foi acompanhada pelo promotor de Justiça Marcelo Muniz Neves, titular da 1ª Promotoria de Justiça junto ao IV Júri da Capital. Ele lembra que o réu já havia sido condenado por crime cometido em São Paulo e esta é a primeira condenação por crimes que ele cometeu no Rio.

Em 2012, Leandro foi condenado a 18 anos de prisão pelo Tribunal de Justiça de São Paulo por crime semelhante: asfixiou uma mulher até a morte em um estacionamento em Guarulhos, na Grande São Paulo. Além disso, constam em sua ficha criminal inúmeras anotações relativas a ataques a mulheres em São Paulo, Minas Gerais e Rio de Janeiro, que resultaram em morte das vítimas. O criminoso está preso em São Paulo. 


Uma assinatura que vale muito

Contribua para mantermos um jornalismo profissional, combatendo às fake news e trazendo informações importantes para você formar a sua opinião. Somente com a sua ajuda poderemos continuar produzindo a maior e melhor cobertura sobre tudo o que acontece no nosso Rio de Janeiro.

Assine O Dia