Polícia prende argentino que tentava vender ingressos da Copa pela Internet

Estrangeiro negociava entrada para os jogos da Argentina x Bósnia e Espanha x Chile, ambos no Maracanã, por R$ 1.300 e R$ 1.200, respectivamente

Por paulo.gomes

Rio - Enquanto centenas de pessoas enfrentam enormes filas em General Severiano, sede do Botafogo, na Zona Sul, para tentarem comprar os últimos ingressos disponibilizados pela Fifa para a Copa do Mundo, um argentino acabou preso tentando vender os bilhetes pela Internet. O estrangeiro, que não teve seu nome divulgado, foi localizado por Policiais da Delegacia Especial de Apoio ao Turismo (DEAT), na Avenida Nossa Senhora de Copacabana, próximo ao posto 6.

Aglomeração em General Severiano%2C ponto de venda e retirada de ingresso%2C foi intensa na manhã desta quarta-feiraCarlos Moraes / Agência O Dia

O argentino cobrava R$ 1.300 para a estreia da seleção de seu país, dia 15, contra a Bósnia e Herzegovina e R$ 1.200 para o confronto da atual campeã mundial, a Espanha, com o Chile, no dia 18. As duas partidas serão realizadas no Maracanã. O estrangeiro foi autuado pelo crime de cambismo, previsto no Estatuto do Torcedor.

Uma assinatura que vale muito

Contribua para mantermos um jornalismo profissional, combatendo às fake news e trazendo informações importantes para você formar a sua opinião. Somente com a sua ajuda poderemos continuar produzindo a maior e melhor cobertura sobre tudo o que acontece no nosso Rio de Janeiro.

Assine O Dia