Irmão diz que ex-namorado planejou assassinato de jovem na Zona Oeste

Sepultada nesta segunda-feira, Thaís Falcão foi morta na sexta e Valmir Louzada, que está foragido, é o principal suspeito

Por paulo.gomes

Rio - Thaís Falcão dos Reis, de 22 anos, foi sepultada na manhã desta segunda-feira, no Cemitério Jardim da Saudade, em Sulacap. Parentes e amigos estavam consternados com a morte da jovem, que foi assassinada na última sexta-feira, no Jardim Bangu, Zona Oeste, e o principal suspeito do crime é seu ex-namorado, Valmir Silva Louzada, 27 anos, que está foragido. Irmão da vítima, Thiago Falcão disse não ter dúvidas que o crime foi planejado por Valmir.

"Ele planejou (assassinato) sim. Não era a primeira vez que ele e minha irmã tinham terminado. Nas outras vezes ele pertubava muito ela, ameaçava. Desta vez ele estava muito calmo. Creio que ele estava planejando fazer esse assassinato", disse para a Record.

Thaís Falcão dos Reis%2C de 22 anos%2C foi assassinada na última sexta-feira e seu ex-namorado é o principal suspeito do crime. Ela tinha uma filha de cinco anosReprodução Facebook

Valmir, que foi sargento paraquedista do Exército, trabalhava ao lado de Thiago numa vidraçaria. Na sexta-feira, dia do crime, ele esteve no local e saiu logo em seguida. Quando Thaís foi pegar seus pertences na casa dele em Jardim Bangu teria sido surpreendia por Valmir e com quatro tiros.

LEIA TAMBÉM

Ex-namorado é suspeito de morte de jovem na Zona Oeste

"Ele foi no trabalho só para meu irmão ver que ele estava lá. Depois ele recebeu uma mensagem dizendo: 'aconteceu uma tragédia com a sua irmã'. Foi quando ele foi no setor dele (Valmir) e ele não estava mais lá. Ele já estava em casa esperando ela armado"

O irmão de Thaís teme que Valmir fuja do Rio de Janeiro. "A mãe, os familiares dele estão o defendendo. Eles estão querendo sair de onde moram e estão querendo ir para outro estado", disse.

Prima diz que acusado está ameaçando a família de Thaís

Policiais da 34ªDP (Bangu) estão procurando por Valmir Silva. Mãe de uma menina de cinco anos, Thaís já havia feito no dia 10 deste mês um registro por ameaça na 34ªDP contra o ex-namorado. Através das redes sociais, parentes da jovem relatam que o foragido está ameaçando os familiares da vítima. Num post em que uma foto do acusado é divulgada, uma prima de Thaís escreve o seguinte:

"Esse é o Valmir Louzada, ele assassinou a namorada porque não aceitou a separação. A namorada dele era minha prima, Thais Falcão, de apenas 22 anos. Ela deixou uma filhinha linda de 5 anos. E esse desgraçado está foragido e ameaçando nossa família. Peço ajuda de todos para divulgar a foto desse assassino!".

Uma assinatura que vale muito

Contribua para mantermos um jornalismo profissional, combatendo às fake news e trazendo informações importantes para você formar a sua opinião. Somente com a sua ajuda poderemos continuar produzindo a maior e melhor cobertura sobre tudo o que acontece no nosso Rio de Janeiro.

Assine O Dia