Portal lança cartaz com suspeito de matar a ex-namorada na Zona Oeste

'Você não veio buscar suas coisas? Agora vai ficar com tudo', disse homem antes de disparar contra a vítima

Por thiago.antunes

Rio - O Portal dos Procurados lançou, na noite desta segunda-feira, cartaz com recompensa de R$ 1 mil por informações que levem a captura de Valmir Silva Louzada, 27 anos, suspeito de assassinar a ex-namorada Thais Falcão dos Reis, 22 anos, na última sexta-feira, no Jardim Bangu, Zona Oeste do Rio.

Valmir é acusado de assassinatoDivulgação

Ex-sargento paraquedista, Louzada não se conformava com a separação, ocorrida há cerca de três semanas. O crime aconteceu 13 dias após Thais ter feito um registro por ameaça contra o ex-companheiro, na 34ª DP (Bangu).

No dia do crime, Valmir chegou a cumprimentar o irmão de Thais, onde trabalhavam juntos. A vítima ligou para seu irmão, para confirmar se Valmir tinha ido trabalhar, pois queria voltar à casa do ex para pegar as coisas dela. Ela também recebeu ligações da mãe do suspeito pedindo para que fosse buscar suas coisas, segundo Thiago Falcão dos Reis, irmão de Thaís.

"Ele foi no trabalho só para meu irmão ver que ele estava lá. Depois ele recebeu uma mensagem dizendo: 'aconteceu uma tragédia com a sua irmã'. Foi quando ele foi no setor dele (Valmir) e ele não estava mais lá. Ele já estava em casa esperando ela armado", afirmou.

Thiago contou ainda que a irmã foi à casa onde morou e ao chegar lá foi recebida por Valmir, que estava armado. Ainda segundo ele, a jovem foi atingida por dois tiros na cabeça, um no peito e outro na perna. “Você não veio buscar suas coisas? Agora vai ficar com tudo”. - essas teriam sido as últimas frases dita por Valmir à ex-companheira, antes de fazer os disparos e fugir. O irmão de Thaís teme que Valmir fuja do Rio. "A mãe, os familiares dele estão o defendendo. Eles estão querendo sair de onde moram e estão querendo ir para outro estado", disse.

Ela deu entrada em estado grave no Hospital Estadual Albert Schweitzer, em Realengo, e morreu na manhã deste sábado no Hospital Estadual Getúlio Vargas, na Penha, para onde foi transferida no mesmo dia. Thaís deixa uma filha de 5 anos de um relacionamento anterior. Segundo familiares, no período em que o casal esteve junto ocorreram várias brigas, motivadas pelo ciúme exagerado de Valmir.

Através das redes sociais, parentes da jovem relatam que o foragido está ameaçando os familiares da vítima. Num post em que uma foto do acusado é divulgada, uma prima de Thaís escreve o seguinte:

Thaís Falcão dos Reis%2C de 22 anos%2C foi assassinada na última sexta-feira e seu ex-namorado é o principal suspeito do crime. Ela tinha uma filha de cinco anosReprodução Facebook

"Esse é o Valmir Louzada, ele assassinou a namorada porque não aceitou a separação. A namorada dele era minha prima, Thais Falcão, de apenas 22 anos. Ela deixou uma filhinha linda de 5 anos. E esse desgraçado está foragido e ameaçando nossa família. Peço ajuda de todos para divulgar a foto desse assassino!".

Agentes da 34ª DP (Bangu) pediram a prisão preventiv de Valmir. Quem tiver alguma informação a respeito da localização e paradeiro de Valmir Silva Louzada, denuncie enviando uma mensagem de texto, vídeo ou fotos de onde ele possa estar se escondendo, para o aplicativo de mensagens do Whatsapp do Portal dos Procurados (21) 96802-1650, ou entre em contato com a Central Disque-Denúncia pelo (21) 2253-1177 ou 0300-253-1177, para quem estiver fora da capital. O anonimato é garantido. 

Uma assinatura que vale muito

Contribua para mantermos um jornalismo profissional, combatendo às fake news e trazendo informações importantes para você formar a sua opinião. Somente com a sua ajuda poderemos continuar produzindo a maior e melhor cobertura sobre tudo o que acontece no nosso Rio de Janeiro.

Assine O Dia