CCR Nova Dutra ergue bloqueios de motos em passarelas

Medida visa impedir bandalha e acidente

Por thiago.antunes

Rio - A CCR Nova Dutra, concessionária que administra a Via Dutra, começou a implantação de obstáculos na entrada de sete passarelas de pedestres sobre a rodovia, no trecho de Nova Iguaçu, na Baixada Fluminense. A medida visa impedir a ação de motociclistas, que utilizam as passarelas para cometer bandalhas, provocando acidentes.

De acordo com a Prefeitura de Nova Iguaçu, a passagem também sofre com os roubos e é utilizada em fugas de assaltantes de moto. Segundo o secretário de Defesa Civil e Ordem Pública, Luiz Antunes, a medida foi solicitada à concessionária porque os crimes sobre as passarelas vinham acontecendo a qualquer hora do dia e da noite.

Segundo ele, os alvos preferidos dos motoqueiros são adolescentes e idosos e são roubados celular, jóia, dinheiros e até compras. “As passarelas em frente à indústria de canetas Compacto e do Atacadão do Carrefour eram as mais visadas pelos assaltantes, que colocam em risco a segurança dos pedestres”, disse.

A passagem de motociclistas em passarelas é proibida e fere o artigo 193 do Código de Trânsito Brasileiro (CTB), que proíbe o trânsito de veículos em calçadas, passeios, passarelas, ciclovias, ciclofaixas, ilhas, refúgios, ajardinamentos, canteiros centrais e divisores de pista de rolamento, acostamentos, marcas de canalização, jardins públicos. A multa pela infração é de R$ 191,54, sendo multiplicada por três por ser gravíssima, chegando a R$ 574,62. O condutor perde sete pontos.

Uma assinatura que vale muito

Contribua para mantermos um jornalismo profissional, combatendo às fake news e trazendo informações importantes para você formar a sua opinião. Somente com a sua ajuda poderemos continuar produzindo a maior e melhor cobertura sobre tudo o que acontece no nosso Rio de Janeiro.

Assine O Dia