Apaixonados por ensinar, os instrutores impulsionam alunos no Talentos Senac

Professores transformam vidas

Por thiago.antunes

Rio - Eles estão sempre presentes. Às vezes, interferindo na técnica que o aluno escolheu para usar, orientando-o para um melhor resultado. Outras vezes, simplesmente lançando-lhe um olhar de confiança, capaz de afastar qualquer medo ou insegurança durante a prova. São os instrutores - ou professores - dos cursos profissionalizantes do Senac RJ, que acompanham seus alunos também durante a competição Talentos Senac 2014.

Com histórias de vida diferentes, os instrutores têm, em comum, a motivação que os levou a serem instrutores: a paixão em formar talentos. Fernanda Povoa, instrutora do curso de Técnicas de Enfermagem, explica: “A paixão por ensinar e formar Técnicos de Enfermagem mais humanos, com capacidade de atender melhor as pessoas, é o que me motiva”.

Quando um aluno seu monta um prato com técnica e amor%2C o instrutor Frederico Tibau sente que está ajudando-ona realização de um sonhoDivulgação

Os alunos que participam do Talentos Senac, a maior competição de ensino profissionalizante do estado, escolhem um padrinho instrutor, que é aquele que vai orientá-los durante as provas até a grande final no Parque Madureira, no Rio, no final de novembro. E é nesses momentos de tensão que a atuação do padrinho faz a diferença. “O instrutor é quem vai conduzir e cobrar do aluno para que ele se saia bem na competição e no mercado de trabalho. É uma espécie de porto seguro”, diz Eduardo Alcântara, instrutor do curso de Cozinheiro.

Para Paulo César Pereira, instrutor do curso de Maquiagem, a transformação do aluno é uma das maiores recompensas do seu ofício: “Adoro ensinar. Gosto de ver pedras brutas serem lapidadas, se transformando em diamantes da maquiagem. Hoje, tenho alunos que estão fazendo sucesso no exterior e isso é gratificante", conta. Sua colega Cora Fan também já viu muita gente boa passar pela sala de aula, participar do Talentos Senac e se tornar um colega de profissão no mundo da maquiagem cenográfica: “Quando a gente consegue transmitir todo nosso conhecimento temos a sensação de dever cumprido. É apaixonante”.

Por trás de cada saber dominado pelo aluno há o ensinamento de um instrutorDivulgação

Regina Raposo, coordenadora dos cursos de Estética e Massoterapia, tem duas ex-alunas que viraram suas sócias: “Esse é o maior reconhecimento, o aprendizado, que é o resultado do que você ensinou. Digo isso sempre aos meus instrutores: sejam movidos pela determinação em transformar vidas para melhor”. Ser instrutor é partilhar saberes.

“Ajudamos a realizar sonhos”

O instrutor do curso de Chef Executivo de Cozinha, Frederico Tibau, reflete: “Quando a gente vê o aluno competindo no Talentos a gente sente que está ajudando aquela pessoa a realizar um sonho porque dali ele sai mais preparado para realizá-lo. E isso nos faz querer ensinar mais e mais”. Sheyla Sanches, instrutora do curso Técnico em Produção de Moda, define bem este pensamento sobre a arte de ser instrutor: “É ser capaz de, ao mesmo tempo, passar a técnica e exercer o empreendedorismo humanitário junto a pessoas com sonhos”.

Esta espécie de “pó mágico” na vida dos alunos brilha em seus olhos quando falam sobre seus instrutores: “Nossa, minha instrutora é tudo para mim!”, exclama Rafael Pessoa, aluno do curso de Massoterapia. Liviane Pires, instrutora do curso de Camareira(o) em Meios de Hospedagem, relembra emocionada: “Uma aluna me disse uma vez: ‘A senhora não tem noção da sua importância na minha vida'. Fiquei com os olhos cheios de água. Senti no coração o que é ser um instrutor”.

Uma assinatura que vale muito

Contribua para mantermos um jornalismo profissional, combatendo às fake news e trazendo informações importantes para você formar a sua opinião. Somente com a sua ajuda poderemos continuar produzindo a maior e melhor cobertura sobre tudo o que acontece no nosso Rio de Janeiro.

Assine O Dia