Jovens de classe média são presos com 300 quilos de maconha na Tijuca

Eles são acusados de integrar quadrilha de jovens de classe média que atua no tráfico em bairros da Zona Norte

Por cadu.bruno

Com Pedro Henrique Sequeira e Thyago Barcellos foram apreendidos cerca de 300 quilos de maconha%2C duas pistolas%2C quatro carregadores e um carro de luxoDivulgação

Rio - Com endereço fixo em apartamento de classe média alta, na Zona Norte, e vestindo roupas de grife caras, dois jovens foram presos em flagrante por agentes da 25ª DP (Engenho Novo), acusados de tráfico de drogas. Pedro Henrique Sequeira, de 29 anos, e Thyago Barcellos Teixeira, 27, foram presos na garagem do edifício localizado na Avenida Almirante Cochrane, na Tijuca. Eles estavam com 300 quilos de maconha.

Segundo os investigadores da 25ª DP (Engenho Novo), que estavam à paisana esperando a dupla, Pedro e Thyago desceram do apartamento para mexer no Hyundai Santa Fé, estacionado na garagem do prédio. Ao perceber a movimentação, os policias abordaram a dupla e localizaram no carro, além dos 300 quilos da erva, duas pistolas e quatro carregadores. O veículo foi apreendido.

Ainda de acordo com os agentes da especializada, a dupla atua em uma quadrilha de jovens de classe média de traficantes que distribuía entorpecentes no Engenho Novo, Méier e na Tijuca. Eles forneciam drogas para comunidades com Unidades de Polícia Pacificadora (UPPs) como Mangueira e Jacaré. Além disso, também forneciam pequenas quantidades de maconha para moradores dos bairros da Zona Norte.

Pedro Henrique e Thyago foram autuados em flagrante por tráfico de drogas e porte ilegal de arma de uso restrito. Eles foram encaminhados nesta sexta-feira ao presídio.Ainda segundo o delegado titular da 25ª DP, Niandro Ferreira, as investigações estão em andamento para identificar outros integrantes da quadrilha. A polícia também quer descobrir como os jovens conseguiam obter a droga.


A rota mais provável, de acordo com os agentes, é que os entorpecentes chegassem de caminhão do Paraguai a algum ponto do Rio, que é investigado pela polícia. Os integrantes da quadrilha buscavam a maconha e a cocaína com o carro apreendido na ação desta sexta.

Uma assinatura que vale muito

Contribua para mantermos um jornalismo profissional, combatendo às fake news e trazendo informações importantes para você formar a sua opinião. Somente com a sua ajuda poderemos continuar produzindo a maior e melhor cobertura sobre tudo o que acontece no nosso Rio de Janeiro.

Assine O Dia