Parte de grupo de invasores de terreno da Cedae volta à frente da Câmara

Eles prometem entrar em algum prédio vazio pelo Centro se nenhuma proposta for apresentada

Por felipe.martins , felipe.martins

Rio - Após serem retirados da escadaria da Câmara dos Vereadores, na Cinelândia, no Centro do Rio, na madrugada de sexta-feira por homens do Grupamento de Operações Especiais da Guarda Municipal e policiais militares, os cerca de 60 remanescentes da invasão de um terreno da Cedae, na Via Binário, voltaram a ocupar o mesmo local durante todo a sexta-feira. O grupo reivindica moradia e promete entrar em algum prédio vazio pelo Centro se nenhuma proposta for apresentada nos próximos dias.

Os desabrigados ganharam a adesão de militantes de partidos políticos, mídias alternativas e de representantes dos Direitos Humanos. O vereador Renato Cinco (PSOL) se comprometeu a ajudar. “Tem que haver uma solução. Ninguém do poder público foi conversar. Muitos deixaram suas casas onde pagavam aluguéis para ocupar aquele terreno. Agora não têm como voltar”, afirmou.

Uma assinatura que vale muito

Contribua para mantermos um jornalismo profissional, combatendo às fake news e trazendo informações importantes para você formar a sua opinião. Somente com a sua ajuda poderemos continuar produzindo a maior e melhor cobertura sobre tudo o que acontece no nosso Rio de Janeiro.

Assine O Dia