Olimpíada de graça: Em 2016, provas poderão ser acompanhadas ao ar livre

Nove modalidades poderão ser vistas em locais marcantes da paisagem carioca

Por daniela.lima

Rio - Não será a falta de dinheiro ou de ingressos disponíveis que impedirá cariocas e estrangeiros de acompanhar algumas disputas dos Jogos Olímpicos de 2016. Várias das provas poderão ser acompanhadas ao ar livre, de verdadeiros camarotes populares em alguns dos principais pontos turísticos do Rio — apesar de também existirem ingressos pagos para essas competições. São modalidades realizadas nas ruas e nos espelhos d’água da cidade, como ciclismo, canoagem, remo e corrida. 

Da orla da Lagoa Rodrigo de Freitas%2C o público poderá acompanhar as competições de remo e de canoagem de velocidade que serão realizadas nos Jogos do Rio de 2016Banco de imagens


Será possível assistir, por exemplo, mesmo que a uma certa distância, as provas de remo e canoagem às margens da Lagoa Rodrigo de Freitas. Para quem estiver disposto a pagar, há a opção de se acomodar no Estádio de Remo da Lagoa e nas arquibancadas provisórias que serão montadas por lá.

“A vantagem de comprar ingressos para as competições é a certeza de conferir a linha de chegada, ver os atletas de mais perto, além de acompanhar a premiação e a entrega de medalhas com uma visão privilegiada”, explica o diretor de ingressos da Rio 2016, Donovan Ferreti.

Se nas provas aquáticas a gratuidade virá acompanhada da distância para os competidores, em alguns dos circuitos de ciclismo e atletismo será possível ver os atletas separados apenas por uma grade.

Na orla da Zona Sul, espectadores poderão acompanhar trechos dos cem quilômetros do ciclismo de estrada. Os ciclistas passarão pelas avenidas Atlântica, Vieira Souto e Delfim Moreira até chegar ao Recreio dos Bandeirantes, onde ficará a linha de chegada.

Já o circuito da modalidade conhecida como ‘contra relógio’ do ciclismo terá início e fim na Praça Tim Maia, no Pontal do Recreio. De lá, também será possível ver a marcha atlética.

Prova cujo sucesso é mais questionado por conta da poluição da Baía de Guanabara, a disputa de vela, na Marina da Glória, poderá ser vista de diversos pontos da Zona Sul, como o Aterro, a Urca e a Enseada de Botafogo.

O binóculo será um item importante para essas e outras provas, como a maratona aquática, que terá como ponto de partida o Forte de Copacabana. Do local, também será possível acompanhar trechos da disputa de triatlo, considerada a competição mais completa da Olimpíada por misturar esportes como atletismo, natação e ciclismo.

E, premiando os cariocas e selando o fim dos Jogos Olímpicos, a maratona — prova mais tradicional do esporte mundial e símbolo da competição — terá sua reta final no Sambódromo.

Os cariocas e turistas poderão acompanhar a evolução dos competidores pela Avenida Presidente Vargas, no Centro, e em outros trechos dos 42 quilômetros de corrida. 

AS PROVAS OLÍMPICAS GRATUITAS

REMO — Estádio da Lagoa De 6 a 13 de agosto

CANOAGEM VELOCIDADE — Estádio da Lagoa De 15 a 20 de agosto

CICLISMO CONTRA O RELÓGIO – Pontal 6,7 e 10 de agosto

CICLISMO DE ESTRADA – Forte de Copacabana 6 e 7 de agosto

MARATONA – Sambódromo
14 e 21 de agosto

MARATONA AQUÁTICA – Forte de Copacabana
15 e 16 de agosto

MARCHA ATLÉTICA — Pontal 12 e 19 de agosto

TRIATLO — Forte de Copacabana 18 e 20 de agosto

VELA – Marina da Glória 8 a 18 de agosto 

BILHETERIA

Ingressos vão ser acessíveis

Com ingressos a partir de R$ 40, os preços das entradas para as disputas terão valores equivalentes aos da Olimpíada de Sidney, em 2000, garante o diretor de ingressos Donovan Ferreti. “A meia-entrada pode sair por até R$ 20. Existe a opção de parcelar em até cinco prestações no cartão de crédito. A intenção é tornar os jogos acessíveis a todos e ter arquibancadas lotadas em favor dos atletas brasileiros”, disse. Segundo ele, mais da metade dos ingressos custará até R$ 70.

O resultado do sorteio das primeiras reservas de ingressos, segundo a organização dos jogos, sai em junho. Em julho, uma segunda chance sorteará as entradas restantes. Quem não foi contemplado no primeiro sorteio estará automaticamente inscrito para a segunda rodada.

Até o momento, o Rio lidera o ranking dos estados interessados nas provas com 26% da procura. Logo em seguida vem São Paulo com 19%. No topo dos esportes mais desejados está o vôlei, seguido pelo futebol e natação.

A fase de sorteio para adquirir ingressos começa na terça-feira. É o momento em que, com o calendário em mãos, todos submeterão seus pedidos. Os interessados devem acessar o site www.rio2016/ingressos.
O ingresso para algumas modalidades, como atletismo, englobará várias provas. Nas sessões de maior demanda, o limite será de quatro entradas por pessoa.

Uma assinatura que vale muito

Contribua para mantermos um jornalismo profissional, combatendo às fake news e trazendo informações importantes para você formar a sua opinião. Somente com a sua ajuda poderemos continuar produzindo a maior e melhor cobertura sobre tudo o que acontece no nosso Rio de Janeiro.

Assine O Dia