Acusado por morte de Gold espera decisão para revisão de sentença

Para a defesa, vídeo endossa a possibilidade de não ter sido possível indentificá-lo como autor das facadas

Por felipe.martins , felipe.martins

Rio - A defesa do primeiro menor apreendido por ter, supostamente, sido o autor das facadas que mataram o médico Jayme Gold, na Lagoa, em maio, aguarda resposta do Tribunal de Justiça (TJ) sobre a revisão da sentença que o considera culpado, com base no reconhecimento do frentista de um posto de gasolina próximo.

Para a defesa, o vídeo divugado terça-feira pelo ‘RJTV’ endossa a possibilidade de não ter sido possível indentificá-lo. “As reações mostradas no vídeo são incondizentes com os relatos esmiuçados do frentista diante das autoridades”, disse o advogado Alberto Júnior. Segundo funcionários do posto em frente à curva do Calombo, todos os frentistas que trabalharam naquele turno pediram afastamento das funções por medo de represálias.</CW>

Uma assinatura que vale muito

Contribua para mantermos um jornalismo profissional, combatendo às fake news e trazendo informações importantes para você formar a sua opinião. Somente com a sua ajuda poderemos continuar produzindo a maior e melhor cobertura sobre tudo o que acontece no nosso Rio de Janeiro.

Assine O Dia