Editorial: Inteligência contra roubos no Centro

É preciso haver esforço da Justiça, do MP e de entidades da sociedade civil para que o problema seja encarado por todas as frentes

Por cadu.bruno

Rio - São cada vez mais frequentes nas redes sociais registros e relatos de ataques de ladrões no Centro do Rio. Sexta-feira, equipe do DIA flagrou uma dessas abordagens, nos arredores da Central. Outros pontos críticos são o entorno da Carioca e a extensão da Rio Branco.

A DISSEMINAÇÃO na internet das imagens de assaltos, quase todos violentos e cometidos por menores, é péssima para a cidade em ano olímpico. Acaba espalhando medo que cria zonas de exclusão — mas quem não tem opção a não ser passar por tais lugares nada pode fazer.

A POLÍCIA tem feito seu trabalho. Investiga receptadores e tenta identificar os agressores — e semana passada se aliou a empresário que fez diversos registros de roubo e os divulgou no Facebook. Sabe-se, contudo, que só o trabalho policial periga ser tão-somente um enxugamento de gelo. É preciso haver esforço da Justiça, do MP e de entidades da sociedade civil para que o problema seja encarado por todas as frentes, antes que a barbárie se torne a solução mais fácil.

Uma assinatura que vale muito

Contribua para mantermos um jornalismo profissional, combatendo às fake news e trazendo informações importantes para você formar a sua opinião. Somente com a sua ajuda poderemos continuar produzindo a maior e melhor cobertura sobre tudo o que acontece no nosso Rio de Janeiro.

Assine O Dia