Thiago Pampolha, secretário estadual do Ambiente e Sustentabilidade
Thiago Pampolha, secretário estadual do Ambiente e SustentabilidadeDivulgação / Governo do Estado
Por Thiago Pampolha*
Sol, calor e chuvas fortes...estas são algumas das características do verão. E é aí que está o perigo. A chuva enquanto fenômeno natural é necessária, mas as enchentes ocasionadas por ela podem colocar em risco a população e também causar grandes prejuízos às cidades. Por isso é fundamental um trabalho de prevenção ao longo do ano para garantir a segurança e bem-estar das pessoas que moram nessas áreas de transbordamento e também para preservar os territórios.

O governo do Estado do Rio, através da Secretaria do Ambiente e Sustentabilidade do Instituto Estadual do Ambiente, tem atuado em ações preventivas em diversas regiões do Rio de Janeiro para garantir que a população não sinta o impacto das fortes chuvas, principalmente no período do verão.
Desde o começo de 2021, a Secretaria do Ambiente e o Inea já iniciaram ações de limpeza e desassoreamento de rios, através do programa Limpa Rio, em 15 municípios, mais de 20 corpos hídricos foram contemplados. O programa atua para melhorar o escoamento de rios, córregos e canais, evitando o transbordamento e enchentes. A expectativa é retirar até o fim da limpeza cerca de 500 mil metros cúbicos de resíduos, que receberão a destinação ambiental correta.

As ações do Limpa Rio fazem parte de um Plano de Contingência criado pelo governo do estado para as chuvas de verão. O objetivo é trabalhar de forma conjunta e integrada por meio de diversas secretarias e órgãos estaduais, oferecendo apoio à população, soluções rápidas e evitando tragédias.

Outro fator importante que deve ser considerado quando falamos de prevenção e impacto das chuvas, é que parte desse trabalho passa também pela conscientização e educação ambiental. Além dos resíduos orgânicos retirados dos rios, canais e córregos, o lixo doméstico também é um grande vilão nesse processo e encontrado em grande quantidade nesses corpos hídricos. Sofás, geladeiras, pneus e até um carro já foram retirados em ações do Limpa Rio.
Publicidade
A população precisa fazer a sua parte e entender que cuidar do meio ambiente é cuidar do futuro. Ações de preservação ambiental, por menor que sejam, geram um impacto enorme e precisam ser incorporadas na rotina de cada um de nós.
É secretário estadual do Ambiente e Sustentabilidade