100ª Delegacia Policial em Porto Real
100ª Delegacia Policial em Porto RealReprodução internet
Por O Dia
A Polícia Militar (PM) divulgou os detalhes das agressões sofridas por uma menina de seis anos em Porto Real. Intubada no Hospital Municipal São Francisco de Assis (HMSFA), a menina aguarda ser transferida para uma unidade especializada em cirurgia de crânio. Ela foi espancada pela própria mãe, de 28 anos, e pela companheira dela, de 25 anos. As duas foram presas em flagrante pelo crime de tortura.
De acordo com a PM, as agressões aconteciam desde sexta-feira (16). Elas teriam agredido a criança com o fio da tv a cabo, além de socos, chutes, pisadas e pauladas. A vítima teria sido arremessada contra a parede e jogada de um barranco de aproximadamente sete metros de altura.
Publicidade
Os policiais militares foram acionados pela Guarda Municipal, após o Samu dar entrada no HMSFA nesta segunda-feira (19) com uma criança brutalmente agredida acompanhada da mãe. Os agentes foram até a localidade, no bairro Jardim das Acácias, à procura da suspeita de 25 anos. Com a chegada das viaturas, a companheira da mãe da vítima tentou fugir, mas acabou sendo presa.
Uma mulher de 50 anos, mãe da companheira, relatou aos policiais que, apesar de morar na mesma casa, não sabia o que tinha acontecido com a criança. Ela vai responder em liberdade por omissão de socorro. A mãe da menina e a namorada vão responder por tortura. Elas permanecem presas e devem ser transferidas nesta terça-feira (20) para a Casa de Custódia de Volta Redonda.