Ketelen Vitória Oliveira da Rocha
Ketelen Vitória Oliveira da RochaFotos reprodução das Redes sociais
Por O Dia
Ketelen Vitória Oliveira da Rocha, de 6 anos, morta após ser espancada pela mãe e madrasta no dia 24 de abril, poderá ser homenageada com o nome de uma rua ou praça em Porto Real. A ideia, que partiu dos moradores do bairro Jardim das Acácias, onde ela morava, está sendo analisada pelo prefeito Alexandre Serfiotis.
De acordo com a assessoria de imprensa, o prefeito informou que em breve anunciará qual forma será utilizada para homenagear a menina. O objetivo é transformar a tragédia em um marco da luta contra a violência infantil.
Publicidade
O crime
No dia 19 de abril, a menina foi levada para o Hospital Municipal São Francisco de Assis, em Porto Real, após viver um fim de semana de terror ao ser brutalmente agredida pela própria mãe e companheira. Na unidade, depois de uma tomografia, foi constatada uma lesão neurológica muito grave. Depois de cinco dias internada em um hospital particular de Resende, cidade vizinha, a menina faleceu.
O Ministério Público do Estado do Rio de Janeiro (MPRJ), por meio da Promotoria de Justiça de Porto Real/Quatis, denunciou a mãe da menina Gilmara Oliveira de Farias, a madrasta Brena Luane Barbosa Nunes, e a mãe da madrasta Rosangela Nunes por homicídio triplamente qualificado e tortura. A Justiça aceitou a denúncia e decretou a prisão preventiva das três envolvidas no crime.