Oficina de Habilidades Profissionais em parceria com a UFF (foto tirada antes da pandemia do coronavírus) - Divulgação
Oficina de Habilidades Profissionais em parceria com a UFF (foto tirada antes da pandemia do coronavírus)Divulgação
Por Divulgação
Rio das Ostras - No dia 26 de abril de 2019, a Administração Municipal entregou para a sociedade um equipamento para acolher pessoas em situação de rua.

Ao completar um ano, é possível celebrar, já que em 12 meses 220 pessoas foram acolhidas. Com direito a dormir em uma cama limpa e higienizada, os atendidos podem tomar banho quente e se alimentar duas vezes por dia, no café da manhã e no jantar.

Em média foram 80% de homens e 20% de mulheres. Ao todo, a unidade oferece até 33 vagas para abrigar este público, que durante o dia tem a oportunidade de buscar uma vaga no mercado de trabalho.

Além disso, na Casa do Sorriso os acolhidos participam de oficinas de desenvolvimento de habilidades profissionais em parceria com a Universidade Federal Fluminense (UFF); palestras de conscientização educativas e motivacionais em eventos como Outubro Rosa e Novembro Azul.

Durante a noite, recebem a equipe técnica do Centro Especializado de Assistência Social (Creas), com psicólogos e assistentes sociais para encontros de vivências. O objetivo é estimular a população em situação de rua a criarem sonhos e melhorar a autoestima.

OUTRAS ATIVIDADES – Para se divertirem, os usuários participam do Cine Pipoca com propostas motivacionais e de entretenimento. Na unidade são celebradas datas importantes, como Páscoa, dia das mães e dos pais, Natal, entre outros. Além disso, os aniversariantes do mês são lembrados com uma festa com direito a bolo, refrigerante e docinho.

Também recebem palestras e oficina de higienização pessoal. A Casa do Sorriso conta com o apoio de 35 instituições entre igrejas, ONGs e grupos da sociedade civil.