Casos positivos de coronavírus continuam crescendo em Rio das Ostras

São 141 casos confirmados, sendo 98 curados e 9 óbitos

Por Divulgação

O uso de máscara facial é obrigatório em todo o Município, independente da faixa etária ou da condição de saúde da pessoa
O uso de máscara facial é obrigatório em todo o Município, independente da faixa etária ou da condição de saúde da pessoa -
Rio das Ostras - Até a noite da última terça-feira (12), Rio das Ostras registrou 798 casos notificados de suspeita de Covid-19 no município, de acordo com os dados da Vigilância Epidemiológica. Até essa data, 201 casos já foram descartados/negativados. O número de casos confirmados é de 141, sendo que 98 evoluíram para curados, e 9 óbitos aconteceram decorrentes da infecção do Coronavírus.

Para evitar a transmissão e conter o aumento do contágio do coronavírus no Município, a Administração Municipal vem decretando medidas preventivas que devem ser seguidas pela população. Foram criadas as barreiras sanitárias, o Centro de Triagem do Coronavírus, situado no Centro de Saúde da Extensão do Bosque e agora, o Pronto-Socorro é referência para o Covid-19. Além disso, os estabelecimentos comerciais autorizados estão funcionando de forma controlada.

É importante ressaltar que o uso de máscara facial é obrigatório em todo o Município, independente da faixa etária ou da condição de saúde da pessoa, em espaços abertos, públicos e privados, inclusive os comerciais e em qualquer meio de transporte público.

As medidas acompanham as orientações do Estado e podem ser prorrogadas ou encerradas após as avaliações de risco que são feitas pelo Gabinete de Enfrentamento à Covid-19, composto por representantes do Poder Executivo, de acordo com a situação da pandemia.

DADOS – Como todo o território nacional passou para condição de transmissão comunitária, os números de casos notificados têm aumentado porque qualquer pessoa que apresente quadro de Síndrome Gripal com febre (38°C), acompanhada de tosse ou dor de garganta, dificuldade respiratória e pelo menos um dos sintomas – cefaleia ou mialgia -, na ausência de outro diagnóstico específico, deve ser notificado por profissional de saúde como provável caso de Covid-19.

Somente em casos graves e que necessitem de internação serão colhidas amostras para realização de exames, que são enviados ao laboratório Lacen, no Rio de Janeiro. Nos demais casos, as pessoas devem ficar em isolamento domiciliar, de repouso e consumindo bastante água.

Todas as informações oficiais referentes a situação da pandemia podem ser encontradas no link https://www.riodasostras.rj.gov.br/coronavirus/.

Comentários