Cedae deve levar cerca de até 20 dias para normalizar o serviço de abastecimento de água em bairros do Rio e em Nilópolis - Divulgação/Angel Morote
Cedae deve levar cerca de até 20 dias para normalizar o serviço de abastecimento de água em bairros do Rio e em NilópolisDivulgação/Angel Morote
Por Ana Clara Menezes
Rio das Ostras - Rio das Ostras – O município de Rio das Ostras vem enfrentando sérios problema com a falta d’água, nesses meses de pandemia da Covid-19. A população mais carente do município é a mais afetada, uma vez que não possui recursos financeiros para comprar o álcool gel, entre outras formas de higienização para prevenir a proliferação do coronavírus.
Denúncias encaminhadas ao Procon, por meio de um abaixo assinado feito por moradores dos bairros Âncora e Cláudio Ribeiro, endossaram o processo administrativo aberto contra a Companhia Estadual de Águas e Esgotos do Rio de Janeiro (Cedae), responsável pelo abastecimento de água no município.
Publicidade
O procedimento com a devida notificação foi aberto pelo Procon, na última quinta-feira (16). A Companhia tem até o fim de expediente desta terça-feira (21) para apresentar defesa escrita.
Foi solicitado o reabastecimento imediato nas localidades sob pena de sanções que podem variar de R$ 500,00 até 500.000,00 em caso de descumprimento e o prazo de 72 horas úteis para apresentação de defesa por se tratar de um serviço essencial. Além da multa administrativa citada, o descumprimento parte da Cedae poderá acarretar encaminhamento para o Ministério Público, para que sejam tomadas outras medidas pertinentes ao caso.
Publicidade
O coordenador executivo do Procon Rio das Ostras, Rafael Macabú, informou que o Procon de Rio das Ostras está fiscalizando todos os setores durante a pandemia.
- Nosso objetivo é proteger a população de qualquer abusividade que seja praticada por qualquer fornecedor, e nesse caso do abastecimento de água por se tratar de um serviço essencial é inadmissível falhas na prestação de serviço, devendo o abastecimento ser normalizado o quanto antes, disse.
Publicidade
Ressaltando que, a população Riostrense pode contar com o Procon sempre que for necessário, entrando em contato pelo telefone (22) 2771-6581 ou pelo e-mail: [email protected]