Polícia prende agressores de transexual e irmã em Santa Cruz

Segundo as investigações, crime teve motivação homofóbica e começou dentro de van, onde um dos agressores desferiu ofensas a vítima

Por adriano.araujo , adriano.araujo

Rio - Foram presos todos os agressores que aparecem em um vídeo agredindo de forma brutal duas irmãs, uma delas transexual, em uma movimentada rua de Santa Cruz, em plena luz do dia, no último domingo. Cleiton da Silva, Rodrigo Luiz Silva Soares e Jorge Batista Ignacio responderão por tentativa de homicídio. Segundo as investigações, o crime teve motivação homofóbica. 

De acordo com o delegado Daniel Mayr, titular da 36ª DP (Santa Cruz), os agressores foram identificados nesta terça-feira e presos. O vídeo, recebido pelo WhatsApp do DIA (98762-8248), viralizou nas redes sociais e Mayr, ao tomar conhecimento dos fatos, imediatamente instaurou inquérito policial e iniciou as diligências para apurar o crime. Foram analisadas as imagens e localizadas as vítimas, que prestaram depoimento. Contra os agressores foi decretada prisão temporária.

Advertência: as imagens contêm cenas de violência e podem parecer abusivas

Os três detidos confessaram ser os homens que aparecem nas imagens agredindo as irmãs. Segundo a investigação, com base no relato das vítimas, eles estavam em uma van de transporte alternativo quando Rodrigo proferiu ofensas de teor homofóbico. Houve discussão entre eles e agressões físicas de ambos.

Para se defender das agressões, a transexual tomou uma faca, que seria de Rodrigo, e o esfaqueou. Pouco depois, Jorge e Cleiton se juntaram a Rodrigo, passando a agredir covardemente a transexual e sua irmã, chegando a usar um pedaço de madeira para espancá-las.

Imagens chocam

?Nas imagens, um homem de calça e sem camisa e outro de calça e camisa branca estampada aparecem dando chutes, alguns na cabeça, da transexual, já caída no chão. A irmã dela aparece gritando e tentando evitar os golpes.

A irmã, então, é empurrada pelo homem de camisa e cai, sendo também agredida. O homem sem camisa chega a bater nela com um pedaço de madeira. Ela apela para que os homens parem de bater em sua irmã.

Um minuto após o início das agressões, um terceiro homem, de calça e camisa branca listrada, surge e reinicia a sessão de violência contra a vítima ainda caída no chão. Ele e o agressor sem camisa dão chutes na cabeça e no tronco da vítma, enquanto o outro tenta conter a irmã. Em dado momento, os três atacam a transexual simultaneamente.

Três homens agridem brutalmente vítimas em rua de Santa Cruz%2C em plena luz do diaReprodução Vídeo


Uma assinatura que vale muito

Contribua para mantermos um jornalismo profissional, combatendo às fake news e trazendo informações importantes para você formar a sua opinião. Somente com a sua ajuda poderemos continuar produzindo a maior e melhor cobertura sobre tudo o que acontece no nosso Rio de Janeiro.

Assine O Dia