Espuma invade parte da Lagoa

Secretaria Municipal do Meio Ambiente disse que a espuma é decorrente da presença de fitoplâncton na água

Por gabriela.mattos

Espuma na Lagoa assustou os cariocas nesta sexta-feiraMárcio Mercante / Agência O Dia

Rio - Uma grossa camada de espuma cobriu nesta sexta-feira parte das águas da Lagoa Rodrigo de Freitas. O material ficou concentrado no deque usado nas provas de remo da Olimpíada, na região conhecida como Baixo Bebê, e chamou a atenção de quem passava. Apesar da aparência preocupante, não há confirmação de que o aparecimento seja por poluição.

De acordo com a Secretaria Municipal de Meio Ambiente, a espuma foi causada pela presença de fitoplâncton, seres vivos aquáticos microscópicos, nas águas. O tipo de organismo, a Cianobactéria pico planctônica, não apresenta riscos à saúde.

O biólogo Mário Moscatelli explica que o fenômeno ocorre periodicamente nos mares e lagoas, normalmente em dias de ventania. O vento vai levando a matéria orgânica presente na água e, ao bater em um obstáculo, como o deque de remo, gera-se a espuma.

“A questão é: de que origem é a espuma? Pode ser do fitoplâncton sim. O material orgânico pode ter várias origens: pode ser de esgoto ou da natureza”, declarou Mário Moscatelli.

O biólogo afirma que a espuma, por si só, não é sinal de preocupação — a grande questão da Lagoa é ainda receber lançamento de esgoto.

“Quando se compara a Lagoa do início do século 21 com a Lagoa de hoje, ela está muito menos poluída. Nesses 16 anos, a situação melhorou, tanto que não morrem peixes há muito tempo. Mas a Lagoa continua recebendo esgoto, o que é uma questão não resolvida”, afirmou.

Por meio de sua assessoria de imprensa, a Secretaria de Meio Ambiente comunicou que o monitoramento ambiental no local apontou que “o ôxigênio dissolvido na Lagoa, que é responsável pela preservação da vida aquática, está em boa concentração, garantindo equilíbrio do meio ambiente”.

?Reportagem da estagiária Alessandra Monnerat

Uma assinatura que vale muito

Contribua para mantermos um jornalismo profissional, combatendo às fake news e trazendo informações importantes para você formar a sua opinião. Somente com a sua ajuda poderemos continuar produzindo a maior e melhor cobertura sobre tudo o que acontece no nosso Rio de Janeiro.

Assine O Dia