Mais Lidas

Estudantes desocupam o Colégio Pedro II

Entretanto, a nota emitida pelo movimento dá indícios de que o manifesto vai continuar, apesar da desocupação

Por tabata.uchoa

Unidade do Pedro II de Realengo ficou 63 dias ocupada por alunosArquivo O Dia

Rio - Depois de dois meses de ocupação, os estudantes do campus Realengo II do Colégio Pedro II decidiram desocupar o espaço escolar. A decisão foi anunciada na página do movimento no Facebook, em protesto contra a aprovação da Emenda à Constituição (PEC) 241, que propõe a criação de um teto para gastos públicos pelos próximos 20 anos.

No mês passado, o movimento motivou o Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep) a adiar as provas do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) em seis unidades ocupadas do Pedro II.

Entretanto, a nota emitida pelo movimento dá indícios de que o manifesto vai continuar, apesar da desocupação. “Hoje, desocupamos fisicamente o espaço escolar para seguirmos ocupando-o ideologicamente, com nossa herança negra e periférica exibida orgulhosamente. A luta, por sua vez, não termina aqui. A ocupação teve seu início e o fim não contempla o agora”, afirma.

O documento também critica as ações do governo, afirmando ser ‘antidemocrático e intransigente’. “As inúmeras medidas por ele tomadas, retrocedendo conquistas sociais de anos, nos moveram a ocupar (...). Mesmo com ameaças e pressões externas, o movimento esteve firme e convicto de sua importância perante todos os desmontes que o estado brasileiro vem sofrendo”.

Uma assinatura que vale muito

Contribua para mantermos um jornalismo profissional, combatendo às fake news e trazendo informações importantes para você formar a sua opinião. Somente com a sua ajuda poderemos continuar produzindo a maior e melhor cobertura sobre tudo o que acontece no nosso Rio de Janeiro.

Assine O Dia