Museu de Memes estuda fenômeno das redes sociais

Projeto acadêmico da UFF cataloga piadas e correntes surgidas na internet

Por O Dia

Rio - O próprio Museu de Memes virou um meme na última semana. O projeto da UFF, fruto de um grupo de pesquisas acadêmicas criado em 2011, está online desde junho de 2015. Mas o site começou a ganhar só agora enorme repercussão nas redes sociais — sem razão específica, assim como a maioria de seus objetos de estudo. “Foram 480 mil visualizações de página, e não sei te dizer exatamente o porquê. Esse burburinho foi completamente espontâneo”, conta, com misto de perplexidade e brincadeira, o professor Viktor Chagas, coordenador do projeto.

Nazaré confusa%3A a vilã de ‘Senhora do Destino’ virou febre mundialReprodução Internet

De fato, a espontaneidade está na essência dos memes. Eles podem ser imagens, vídeos, frases ou até comportamentos e personagens que são repetidos à exaustão por várias pessoas nas comunidades virtuais. A mais recente peça do museu, por exemplo, é a ‘Winona Ryder chocada’, surgida das caras e bocas que a atriz americana fez durante uma premiação. Das mais antigas é ‘Celacanto Provoca Maremoto’, pichação misteriosa que habitou muros de Ipanema na década de 70. “O meme tem esse sentido de reapropriação, ele é uma experiência de remix. Ele brinca com a ridicularização das figuras públicas, com os bordões espontâneos. Pode ser que as pessoas subvertam o significado original”, explica Viktor.

Guga labrador humano%3A alegria infinita do ex-tenista virou piadaReprodução Internet

O ‘museu de grandes novidades’ é, obviamente, virtual, mas tem acervo, coleções e exposições estabelecidas, além de receber doações de ‘peças’ para exibição. O que pode soar como brincadeira tem uma extensa base teórica do campo de estudos da ‘memética’. Apenas no museu, estão reunidas mais de 300 obras acadêmicas sobre o assunto. A definição original veio na década de 70, da área da biologia: ideias que se propagam pela sociedade e sustentam ritos ou padrões culturais. “Depois da internet, meme tem significado totalmente diferente”, explica Viktor.

A linguagem memética também tem sido apropriada por candidatos em campanhas eleitorais e em outras áreas da política. Viktor tem se debruçado sobre o ‘vomitaço’ — comentários em série de ‘figurinhas’ do Facebook vomitando, utilizadas como protesto. Ele descarta que o movimento seja apenas ‘ativismo de sofá’. “Pode causar um transtorno imenso, fora que faz circular a informação. Causa um processo de efervescência política, é equivalente a um protesto real”, disse.

Esmagares minha rata%3A anúncio pornô virou meme no final de 2016Reprodução Internet


Valesca Grande Pensadora%3A meme surgiu em uma questão de provaReprodução Internet


Como você é burro%3A frase de Caetano de 1978 continua repercutindoReprodução Internet

Reportagem da estagiária Alessandra Monnerat

Últimas de Rio De Janeiro