Bebê é baleado duas vezes dentro da barriga da mãe em Duque de Caxias

Após uma cesariana, ele está internado em estado grave. O estado de saúde da mãe é estável

Por O Dia

Rio - O filho do casal, Klebson Cosme da Silva, 27, e Claudinéia dos Santos Melo, 29, foi vítima da violência nas comunidades do Rio antes mesmo de nascer. Grávida, Claudinéia foi atingida na pelve quando seguia para casa na Favela do Lixão, em Caxias. O tiro perfurou os dois pulmões do bebê, causou uma hemorragia cerebral e estilhaços de ossos atingiram sua coluna. “Não quero saber quem atirou, quero minha mulher e meu filho bem”, disse Kleber. Claudineia foi socorrida no hospital Moacyr do Carmo, onde deu entrada lúcida, e precisou passar por uma cesariana de emergência. 

Claudineia dos Santos MeloReprodução Internet

Após o parto, os médicos constataram que o bebê também havia sido atingido. Um dos disparos entrou por seu ombro e atravessou o tórax. O outro, atingiu o lóbulo de uma das orelhas. Ele precisou ser entubado e levado à UTI (Unidade de Terapia Intensiva). Ele foi transferido para o hospital Adão Pereira Nunes, em Saracuruna, e está internado em estado gravíssimo. De acordo com a Secretaria de Saúde, caso sobreviva, ele ficará paraplégico, porém, a confirmação só poderá ser dada após 72 horas. 

A mãe sobreviveu aos ferimentos e seu quadro de saúde no momento é estável. Ela relatou que estava indo ao mercado quando foi vítima das balas perdidas de um confronto na comunidade Vila Ideal, conhecida como Favela do Lixão, no Centro de Duque de Caxias. 

Em nota, o secretário municipal de Saúde de Caxias, José Carlos de Oliveira, elogiou o trabalho da equipe do hospital: "O primeiro atendimento e os procedimentos foram fundamentais para a sobrevivência da mãe e do bebê. Aguardamos ansiosos as próximas horas e vamos acompanhar no que for possível para a recuperação da mãe e do recém-nascido". 

Últimas de Rio De Janeiro