Mais Lidas

Pezão foi cuidar da saúde em SPA de R$ 8 mil por semana

Sofisticado estabelecimento de luxo, em Penedo, oferece diversas mordomias aos clientes

Por thiago.antunes

Rio - No comunicado anunciando que o governador Luiz Fernando Pezão iria se licenciar do cargo por uma semana (de 16/07 a 23/07), o Palácio Guanabara explicava que o chefe do executivo fluminense se afastava temporariamente “devido a problemas de saúde, relacionados ao seu quadro metabólico (descompensação do diabetes, aumento de peso, entre outros)”. Entretanto, em nenhum momento a nota oficial fez menção ao fato de Pezão se hospedar em um SPA de luxo, em Penedo, cuja diária é superior a R$1 mil.

O SPA Rituaali%2C na Serra da Mantiqueira%2C oferece programas e tratamentos que prometem ‘uma vida mais saudável%2C equilibrada e feliz’Divulgação

Uma semana no SPA Rituaali, onde Pezão está hospedado, custa R$ 8.716, segundo informações dos funcionários. Apesar de o Palácio Guanabara, em novo comunicado, informar que “o tratamento será pago pelo governador com recursos próprios, sem qualquer benefício”, o valor é muito alto até para Pezão, cujo salário é de R$ 19 mil brutos.

“Isso é um esculacho. Imaginamos que, devido à doença, ele se internasse em um hospital. Mas, ele se hospedou num SPA! É uma total falta de respeito com os servidores, que estão sem receber os salários, e com a população, que está sofrendo com essa falta de governo”, reclamou o diretor do Movimento Unificado dos Servidores Públicos (Muspe), Ramon Carrera.

Dependências do SPA RituaaliDivulgação

Contudo, esta não é a primeira vez que Pezão desfruta das mordomias do SPA Rituaali. No ano passado, Pezão passou quatro dias de Carnaval no elegante estabelecimento e pagou a despesa com um cheque de R$ 3 mil. O SPA Rituaali tem entre seus sócios o empresário Marcos Trindade, que também é sócio da empresa de comunicação FSB, que mantém contratos com o governo do Rio. O DIA tentou, sem sucesso, contato com a empresa ontem, à noite.

Para a auxiliar de enfermagem aposentada, Mariá Casa Nova, 66 anos, que prestou serviço no Hospital Getúlio Vargas, Penha, por 36 anos, o dinheiro que Pezão pagou no SPA praticamente resolveria seus problemas financeiros.

“Fiquei três meses sem receber salário, sem pagar aluguel e condomínio. Tive a luz cortada. Para não passar mais privações, comecei a fazer amendoim para vender nos sinais e em eventos, porque preciso de 11 remédios por dia”, contou Mariá. Os R$ 550 que ela recebeu, gastou comprando remédios também, para o marido, que a exemplo de Pezão, luta contra um câncer. Eu vivo vida de cão, com a geladeira vazia”, desabafa Mariá, enquanto chora.

SPA RituaaliDivulgação

No ano passado, governador se afastou sete meses para tratar do câncer

Essa não é a primeira vez que o governador Luiz Fernando Pezão se afasta do cargo para, supostamente, tratar seu problema de saúde. No ano passado, ele chegou a ficar sete meses de licença médica.

Em março de 2016, Pezão foi diagnosticado com um linfoma não-Hodgkin, um tipo de câncer nas células de defesa do organismo. Na ocasião, o vice-governador Francisco Dornelles assumiu o governo e decretou o estado de calamidade financeira do Rio.

Durante o tratamento, Pezão teve que ser internado em um hospital de verdade, por conta de um quadro de febre. Submetido a quimioterapia, o governador ficou careca.

Pezão, que a princípio ficaria afastado apenas 30 dias, teve a licença médica prorrogada por várias vezes devido à necessidade de recuperação física dos efeitos colaterais do tratamento químico. Finalmente, reassumiu o cargo em outubro. Mas, desde seu retorno, a crise financeira só se aprofundou, deixando em desespero os milhares de servidores que não tem dinheiro nem para cuidar da própria saúde.

Uma assinatura que vale muito

Contribua para mantermos um jornalismo profissional, combatendo às fake news e trazendo informações importantes para você formar a sua opinião. Somente com a sua ajuda poderemos continuar produzindo a maior e melhor cobertura sobre tudo o que acontece no nosso Rio de Janeiro.

Assine O Dia