Estado apresenta plano para combater roubo de cargas

Encontro reuniu representantes da iniciativa privada, nesta sexta-feira

Por O Dia

Rio - O governador em exercício, Francisco Dornelles, realizou nesta sexta-feira, no Palácio Guanabara, Zona Sul do Rio, uma reunião para debater o plano de enfrentamento ao roubo de cargas, elaborado pela Secretaria estadual de Segurança. Representantes de 30 setores da iniciativa privada, além da Federação das Indústrias do Estado do Rio de Janeiro (Firjan) e do Sistema Fecomércio-RJ estiveram no encontro.

O plano foi apresentado pelo subsecretário de Comando e Controle da Secretaria de Segurança, delegado Rodrigo Alves, representando o secretário de Segurança, Roberto Sá, que estava em Brasília. O objetivo é que a iniciativa privada possa dar contribuições para o plano, que deve ser finalizado na próxima semana.

Governo do Estado apresenta plano para combater roubo de cargasDivulgação / Clarice Castro

"As forças de segurança do estado vão implantar, a curto prazo, um plano de ação que ataque esse tipo de crime. O problema de roubo de carga atinge o coração do desenvolvimento do Rio e precisa de prioridade", afirmou Dornelles.

Já Rodrigo Alves destacou também que será criado um grupo integrado de enfrentamento ao roubo de cargas, que funcionará no Centro Integrado de Comando e Controle (CICC), reunindo as polícias Civil e Militar e o Instituto de Segurança Pública (ISP). Foram convidados a participar do grupo de trabalho as polícias Federal e Rodoviária Federal, a Secretaria Nacional de Segurança Pública, a Força Nacional, prefeituras fluminenses e representantes do empresariado.

De acordo com o secretário da Casa Civil e Desenvolvimento Econômico, Christino Áureo, os ajustes finais do plano serão feitos na próxima semana.

"Essa questão do roubo de cargas é seríssima, provocando prejuízos para a área econômica e perda de vidas.  Até sexta-feira, serão anunciados o plano e o valor do seu orçamento. Enquanto não temos os recursos da recuperação fiscal, o governador nos autorizou a remanejar recursos, de áreas meio, visando a dar às polícias um orçamento específico para essas operações", adiantou o secretário Christino Áureo.

Também participaram da reunião o comandante da Polícia Militar, coronel Wolney Dias, o chefe de Polícia Civil, delegado Carlos Leba, e o superintendente da Polícia Rodoviária Federal no Rio, José Roberto Gonçalves de Lima Neto.

Últimas de Rio De Janeiro