Mais Lidas

Polícia prende suspeito de chefiar milícia na Zona Oeste

Ele será indiciado pelos crimes de associação criminosa, lavagem de dinheiro e corrupção ativa

Por O Dia

Região da Praça Seca registrou confrontos entre traficantes e milicianos
Região da Praça Seca registrou confrontos entre traficantes e milicianos -

Rio - Agentes da Delegacia de Atendimento à Mulher (Deam) de Niterói prenderam, na manhã deste sábado, Horácio Souza Carvalho, suspeito de chefiar a milícia das comunidades do Chacrinha e Bateau Mouche, na Praça Seca, Zona Oeste do Rio. Horácio foi capturado na Barra da Tijuca, também na Zona Oeste. Ele ofereceu dinheiro aos policiais para não ser preso e, antes da abordagem, tentou fugir por uma janela.

Os agentes recolheram um carro blindado e R$ 214 mil com o homem. Horácio será indiciado pelos crimes de associação criminosa, lavagem de dinheiro e corrupção ativa. Milicianos e traficantes travam guerra, desde o ano passado, pelo controle das favelas da região da Praça Seca.

Guerra na Praça Seca

As disputas entre traficantes e milicianos no Bateau Mouche começaram em junho, mas, se intensificaram nas últimas semanas. Grupos rivais dentro da própria milícia disputam o controle da região.

Segundo a Delegacia de Repressão às Ações Criminosas Organizadas, a prisão de Anderson Luiz dos Santos, o Dande, que seria o chefe da milícia, em dezembro, acirrou a disputa. Dande e Hélio Albino Filho, o Lica, já disputariam o controle, com tiroteios entre o Bateau Mouche e a Chacrinha. Lica é procurado da Justiça. O Disque-Denúncia oferece R$ 2 mil de recompensa para quem der informações que levem à sua prisão. Entre as denúncias, está a de que desde a prisão de Dande, preços de gás aumentou na região.

Uma assinatura que vale muito

Contribua para mantermos um jornalismo profissional, combatendo às fake news e trazendo informações importantes para você formar a sua opinião. Somente com a sua ajuda poderemos continuar produzindo a maior e melhor cobertura sobre tudo o que acontece no nosso Rio de Janeiro.

Assine O Dia

Comentários