Seap apura se presos assistiram a jogo do Brasil em TVs improvisadas

Segundo fontes, foto foi tirada na Cadeia Pública Pedro Melo da Silva, no Complexo de Gericinó

Por O Dia

Foto mostra presos assistindo jogos em telas improvisadas -

Rio - Todos são livres para torcer pela seleção brasileira. Inclusive, a população carcerária. Uma foto mostrando presos, aparentemente, vendo pela TV o jogo do Brasil contra o México circulou, nesta segunda-fgeira, nas redes sociais. A imagem é de uma galeria com beliches de cimento, lotada de homens, sendo que alguns deles estão de olho em dois monitores pequenos, que ficam pendurados.

Os aparelhos não chegam aos pés da TV de LED, de 65 polegadas, que o ex-governador Sérgio Cabral e os presos na Lava-Jato tentaram instalar quando estavam na Cadeia de Benfica, no episódio conhecido como o ‘Cineminha do Cabral’, cujas irregularidades acabaram provocando a transferência do ex-governador.

Segundo fontes, a foto desta segunda foi tirada na Cadeia Pública Pedro Melo da Silva, no Complexo de Gericinó, cuja capacidade é para 750 detentos, mas onde estão amontoados mais de 1.600. A indicação é de que seriam integrantes do Comando Vermelho.

A Secretaria de Administração Penitenciária (Seap) informou que a Corregedoria e a Superintendência de Inteligência da Pasta estão trabalhando na identificação do local e da data em que a foto foi tirada, para que as providências cabíveis sejam tomadas. Afinal, ver televisão no presídio pode. O que não pode é tirar foto. 

Últimas de Rio de Janeiro