Policiais prendem acusado de matar diretora em Belford Roxo

Tania Maria morreu dias após arrastão

Por O Dia

Tânia Maria foi assassinada em Belford Roxo
Tânia Maria foi assassinada em Belford Roxo -

Rio - Agentes da 54ª DP (Belford Roxo) em conjunto com policiais do 39º BPM ( Belford Roxo) prenderam, nesta segunda-feira, Thiago de Almeida Peres, conhecido como "Canelão", de 22 anos, acusado de atirar na diretora durante um arrastão em Belford Roxo, na Baixada Fluminense. Ela faleceu dias depois.

Segundo a Polícia Civil, Thiago foi o autor do disparo que atingiu a cabeça da diretora Tânia Maria da Silva Lima, no final de março, durante um arrastão. Ela chegou a ser socorrida para o Hospital Adão Pereira Nunes, mas não resistiu

Tânia foi ferida quando saia da festa de Páscoa da Escola Municipal Jorge Ayres, onde era diretora. Durante a abordagem dos bandidos, ela não conseguiu sair do seu veículo e levou um tiro na cabeça. A professora estava na rede municipal de ensino de Belford Roxo desde 1995. 

Últimas de Rio de Janeiro