Artista francês é morto em Paraty

Casa de Cedric Alexandre Vacherie Jaurgoyhen foi queimada

Por O Dia

Cedric Alexandre Vacherie Jaurgoyhen
Cedric Alexandre Vacherie Jaurgoyhen -

Rio - Um artista francês, identificado como Cedric Alexandre Vacherie Jaurgoyhen, de 33 anos, foi assassinado com um tiro na cabeça em Paraty, na Costa Verde. De acordo com a Polícia Civil, na manhã de sexta-feira a Polícia Militar foi acionada para comparecer ao sítio onde a vítima residia, em Barra Grande, bairro afastado do Centro do município. No local, os militares encontraram o corpo do performista e a casa queimada. 

Ainda segundo a polícia, a perícia foi realizada no local. Em razão das lesões apresentadas e do laudo de necropsia, sabe-se que a vítima morreu com disparo de uma espingarda na cabeça. A suspeita dos agentes é que o crime tenha acontecido de quinta para sexta-feira. A 167ª DP (Paraty) investiga as circunstâncias do crime, a motivação e tenta identificar os autores.

Nas redes sociais, amigos e familiares lamentaram a morte de Cedric. “Vou sentir muita saudade. Brigamos, nos amamos... Dançamos… Nos separamos……Você voou para além… Para o outro lado. Que Iansã te mostre a luz!!!! E que você possa sempre deixar a alegria… A arte e tudo que festejamos juntos!Te tiraram a vida, mas não tiraram a sua força e as lembranças de tanta coisa que deixou por cada um por quem você passou", escreveu uma amiga. 

“Profundamente abalada pela partida brutal de um grande amigo de talento, perturbada e chocada com tanta violência em Paraty. Cedric Jaurgoyhen Madala, você me chamava de aguado e isso ressoava na minha cabeça alegremente", disse outra. 

 

 

Últimas de Rio de Janeiro