PRB de Crivella apoiará Garotinho

A decisão foi comunicada pelo presidente do PRB ao deputado Indio da Costa (PSD), adversário do ex-governador na disputa. Garotinho admite conversa, mas diz que ainda não oficializou acordo

Por CÁSSIO BRUNO

Anthony Garotinho
Anthony Garotinho -

Rio - O PRB do prefeito Marcelo Crivella apoiará a candidatura do ex-governador Anthony Garotinho (PRP) para o Palácio Guanabara. A decisão foi comunicada na noite desta quarta-feira pelo senador Eduardo Lopes, presidente do PRB, ao deputado federal Indio da Costa (PSD), adversário de Garotinho na disputa.

A gota d'água para o revés da aliança Crivella e Indio ocorreu após as críticas feitas pelo deputado na crise provocada pela reunião secreta do prefeito com evangélicos no Palácio da Cidade. O encontro de Eduardo Lopes e Indio foi em um restaurante no Jardim Botânico.

Com O DIA publicou em 6 de julho, Indio da Costa afirmou que Crivella cometeu "um erro, que não foi bom para ninguém" ao realizar o evento. O acordo entre os dois começou ainda no segundo turno das eleições municipais de 2016, quando o deputado decidiu apoia-lo em troca de uma aliança nas eleições deste ano.

Indio da Costa, que não quis dar entrevista, chegou a ser nomeado secretário de Urbanismo, Infraestrutura e Habitação. Deixou o cargo para se candidatar a governador. Pessoas indicadas por ele que ainda trabalham na prefeitura serão exoneradas por Crivella a partir de semana que vem. Com a decisão, a secretaria deverá ser desmembrada em duas: Urbanismo e, agora, Infraestrutura e Habitação.

Crivella e Garotinho têm namoro político antigo e ambos são evangélicos. O ex-governador também o apoiou em 2016 e o atual prefeito nomeou a filha dele, a deputada Clarissa Garotinho (Pros), como secretária do Desenvolvimento, Emprego e Inovação. Em 2014, Garotinho, que perdeu a disputa ao Guanabara, fez aliança com Crivella no segundo turno. Agora, o ex-governador terá a sua disposição a estrutura da Igreja Universal do Reino de Deus na campanha.

Em nota, Garotinho admitiu ter conversado com o PRB, mas afirmou que o acordo ainda não foi oficializado: 

"Nossa candidatura pelo PRP tem, hoje, alianças firmadas com o PPL, Pros e Patriotas. Ontem (quarta-feira, dia 18), o presidente do PRB trouxe ao meu conhecimento a informação de que a aliança com o candidato Indio da Costa estava desfeita e que o PRB tinha interesse em abrir um diálogo com a minha candidatura. Tenho também conversado com lideranças do PT. Não há, até o momento, fechamento algum de aliança com o Partidos dos Trabalhadores ou com o PRB. O que existe é um desejo de todos de derrotarmos esse grupo político liderado pelo ex-governador Sérgio Cabral que destruiu o Estado do Rio e que, nesta eleição, será representado por Eduardo Paes." 

Procurado por O Dia, Eduardo Lopes não retornou as ligações.

Últimas de Rio de Janeiro