MPRJ denuncia sócios do restaurante Rota 66 por sonegar quase R$ 1 milhão

Segundo denúncia, empresários teriam sonegado impostos entre janeiro de 2010 e dezembro de 2011

Por O Dia

Rota 66
Rota 66 -

Rio - O Ministério Público do Estado do Rio de Janeiro (MPRJ) denunciou três sócios do restaurante Rota 66,  da unidade de Botafogo, na Zona Sul do Rio, por sonegarem cerca de R$ 975 mil de Imposto Sobre a Circulação de Mercadorias e Serviços (ICMS), entre janeiro de 2010 e dezembro de 2011.

Segundo a ação do MPRJ, Carlos Henrique Baptista Gélio, Ana Beatriz da Cunha Hertz e Luiz Gustavo Wienkoski, de forma livre e consciente, reduziram a incidência do ICMS, fraudando a fiscalização tributária. De acordo com a denúncia, os empresários inseriram elementos inexatos em documentos exigidos pela legislação fiscal, omitindo receitas obtidas com a compra e a venda de alimentos no restaurante, causando prejuízo financeiro ao erário estadual.

Ainda segundo a denúncia, a Secretaria Estadual de Fazenda (Sefaz) constatou a fraude. A fiscalização identificou diferença nos valores informados à receita estadual e os fornecidos pelas administradoras de cartões de crédito e débito referentes às operações de venda do Rota 66.

O DIA não conseguiu contato com os sócios da casa. O espaço está aberto para manifestação.

 

Últimas de Rio de Janeiro