Traficante de Acari é preso no Paraguai

Dados de inteligência apontam que Capilé foi para o Paraguai tratar de contratos que, até sua prisão, faziam com que armas e toneladas de drogas chegassem à favela

Por O Dia

Carlos Eduardo Sales Cardoso, o Capilé, foi capturado em Assunção. Agentes apreenderam 118 mil dólares
Carlos Eduardo Sales Cardoso, o Capilé, foi capturado em Assunção. Agentes apreenderam 118 mil dólares -

Rio - O traficante Carlos Eduardo Sales Cardoso, conhecido como Capilé, foi preso neste sábado em Assunção, capital do Paraguai. A operação foi uma ação conjunta entre agentes da 39 DP (Pavuna), Polícia Federal e da Secretaria Nacional Antidrogas do país. Dados de inteligência apontam que Capilé saiu de Acari, onde chefiou diretamente o tráfico de drogas por anos, e foi para o Paraguai tratar de contratos que, até sua prisão, faziam com que armas e toneladas de drogas chegassem à favela.

Foragido há anos, o criminoso é considerado a maior liderança da facção TCP que estava em liberdade, conforme informou a polícia.

O traficante foi capturado em casa, em um bairro de classe média alta da cidade, onde utilizava carros caros e exibia elevado padrão de vida.

Capilé recentemente também teve papel determinante para possibilitar que o TCP anexasse territórios antes pertencentes à facção ADA, bem como a firmar a aliança com o PCC, a maior facção criminosa do Brasil.

O criminoso está custodiado no Paraguai até que os trâmites para seu encaminhamento para o Rio de Janeiro sejam concluídos.

 

Últimas de Rio de Janeiro