Orlas de Ipanema e Leblon serão fechadas para o Réveillon de Copacabana

Acesso ao bairro onde acontece a festa da virada será permitido até às 22h

Por O Dia

Lúcio Macedo, da Riotur, durante entrevista coletiva de imprensa no Centro de Operações do Rio (COR), que apresentou a operação logística dos órgãos públicos para o Réveillon 2018, em Copacabana e demais palcos da cidade
Lúcio Macedo, da Riotur, durante entrevista coletiva de imprensa no Centro de Operações do Rio (COR), que apresentou a operação logística dos órgãos públicos para o Réveillon 2018, em Copacabana e demais palcos da cidade -

Rio - A Prefeitura do Rio divulgou nesta quinta-feira o esquema operacional da festa de Réveillon em Copacabana e em outros oito bairros.

O planejamento de trânsito para o Réveillon em Copacabana traz algumas mudanças este ano. Pela primeira vez, as orlas dos bairros Ipanema e Leblon serão fechadas para os carros em dias úteis. Ano passado, já houve o fechamento dessas orlas mas apenas no domingo.

O acesso até Copacabana será restrito gradativamente até o fechamento total do bairro, que acontecerá às 22h. Ipanema e a Enseada de Botafogo funcionarão como pontos de embarque e desembarque, atendendo passageiros da Zona Oeste, Centro e Zona Norte. 

Joaquim Dinis, diretor de Operações da CET-RIO, aconselha o uso de transporte público. Os táxis só circularão até às 22h do dia 31 de dezembro, quando o trânsito será completamente fechado em Copacabana. A Prefeitura do Rio espera bater o recorde de 2,5 milhões de pessoas do ano passado.  

A Guarda Municipal contará com 1.744 agentes, um efetivo 67% maior que o do réveillon passado. Uma novidade é que a Guarda Municipal voltará a usar, após cinco anos, armas de choque em caso de necessidade. 

O embarque no Mterô será feito exclusivamente com bilhetes especiais. Seis estações estarão vendendo os bilhetes até esta sexta-feira. Após sexta, apenas a estação Carioca continuará vendendo até dia 31 ou até encerrarem os estoques. A partir das 19h, apenas passageiros com hora marcada poderão embarcar. 

A partir das 18h de domingo, será proibido estacionar em cerca de 3 mil vagas das ruas de Copacabana e do Leme. 

 

Galeria de Fotos

Lúcio Macedo, da Riotur, durante entrevista coletiva de imprensa no Centro de Operações do Rio (COR), que apresentou a operação logística dos órgãos públicos para o Réveillon 2018, em Copacabana e demais palcos da cidade Luciano Belford/Agência O Dia
Entrevista coletiva de imprensa no Centro de Operações do Rio (COR), que apresentou a operação logística dos órgãos públicos para o Réveillon 2018, em Copacabana e demais palcos da cidade Luciano Belford/Agência O Dia

Últimas de Rio de Janeiro