Lutadora de UFC reage a assalto e segura ladrão no mata-leão até polícia chegar

Polyana Viana manteve o bandido dominado com uma chave de braço até a chegada da polícia

Por O Dia

Polyana Viana reagiu a um assalto neste fim de semana no Rio
Polyana Viana reagiu a um assalto neste fim de semana no Rio -

Rio - A lutadora brasileira do UFC Polyana Viana, de 27 anos, frustrou a tentativa de um homem de roubar seu celular neste fim de semana em Jacarepaguá, na Zona Oeste do Rio. De acordo com reportagem do site 'MMAJunkie.com', ela estava esperando um Uber na porta do condomínio em que mora quando foi abordada pelo bandido.

"Quando ele viu que eu tinha percebido a presença dele, ele estava bem perto de mim. Ele me perguntou as horas. Eu disse, mas vi que ele não foi embora. Então pus o celular na minha cintura. Aí ele me disse: 'Me passa o celular. Não tente reagir, estou armado'. Ele pôs a mão sobre o que parecia ser uma arma, mas percebi que estava maleável. Ele estava bem perto de mim. Foi quando pensei: se é uma arma, ele não terá tempo de sacá-la. E dei dois socos e um chute. Ele caiu e o detive com um mata-leão", explicou a lutadora.

Polyana manteve o ladrão dominado com uma chave de braço até a chegada da polícia. A "arma" usada na tentativa de assalto era feita de papelão.

A Polícia Militar informou que o 18ºBPM (Jacarepaguá) foi acionado na noite de sábado. Ao chegar ao local, foi encontrado um criminoso imobilizado por populares após tentar roubar uma pessoa no local. Um simulacro foi apreendido com ele, que foi conduzido para a UPA da Taquara e, em seguida, para a 32ª DP.

A "arma" usada na tentativa de assalto era de papelão - Reprodução

A última vez que a brasileiro, que possui um cartel de 10 vitórias e duas derrotas, subiu ao octógono foi no dia 4 de agosto de 2017, em Los Angeles. Na ocasião, Polyana Viana foi derrotada pela americana JJ Aldrich.

Galeria de Fotos

Polyana Viana reagiu a um assalto neste fim de semana no Rio Reprodução Internet
A "arma" usada na tentativa de assalto era de papelão Reprodução

Últimas de Rio de Janeiro