Guarda Municipal encontra 37 crianças perdidas nas praias das Zonas Sul e Oeste

Pais precisam redobrar a atenção devido ao grande movimento nas praias durante os fins de semana

Por O Dia

Guarda Municipal encontra 37 crianças perdidas nas praias das Zonas Sul e Oeste
Guarda Municipal encontra 37 crianças perdidas nas praias das Zonas Sul e Oeste -

Rio - A Guarda Municipal atuou, neste fim de semana, em várias ocorrências envolvendo crianças perdidas na areia das praias das Zonas Sul e Oeste da cidade. Ao todo, 37 crianças foram encontradas e devolvidas a pais e responsáveis na orla.

Um dos casos foi o do menino Taylan, de 8 anos, que estava com a mãe na praia de Copacabana e foi dado como perdido às 10h30 de domingo. A família, que é do estado de Minas Gerais, estava em uma excursão no Rio de Janeiro. Assim que a mãe deu falta do menino foi pedir ajuda na tenda do Grupamento Especial de Praia (GEP), localizada em frente ao hotel Copacabana Palace. Com a foto do menino, os agentes fizeram algumas buscas na areia e não encontraram. Depois de mais de cinco horas de procura, Taylan foi encontrado em um posto do Grupamento Marítimo do Corpo de Bombeiros, no Leme.

Além do GEP, outras unidades da Guarda Municipal também encontraram crianças perdidas na areia. No sábado, uma equipe do Grupamento de Cães de Guarda (GCG) foi acionada para ajudar a encontrar uma menina que tinha se perdido na Praia de Copacabana. A criança foi encontrada pelos guardas em um posto do Grupamento Marítimo do Corpo de Bombeiros. Outras três crianças foram encontradas e levadas para o Carro Comando, que fica na Avenida Alântica, esquina com Rua República do Peru.

Entretanto, nem todas as crianças têm um final feliz. Um menino de 10 anos se perdeu quando estava com um tio na Praia de Copacabana e foi entregue na tenda operacional por um vendedor ambulante, por volta das 19h40 de domingo. Depois de mais de uma hora sem que nenhum responsável chegasse para pegar a criança, o menino foi levado para a 12ª DP (Copacabana) e, posteriormente, entregue ao Conselho Tutelar.

"Em cada fim semana verificamos o aumento do número de crianças perdidas, por isso os pais precisam redobrar a atenção devido ao grande movimento nas praias. O ideal é que os pais identifiquem as crianças antes de saírem de casa, com pulseiras contendo nome e telefone dos responsáveis. Caso precisem de ajuda, os guardas estarão nas tendas operacionais na areia prontos para identificá-las e prestar toda ajuda necessária", afirmou o subinspetor Jorge Guedes, comandante do Grupamento Especial de Praia da Zona Sul.

As pulseiras de identificação que são distribuídas diariamente e ajudam na localização das crianças perdidas na areia em dias de grande movimento nas praias. 

Galeria de Fotos

Guarda Municipal encontra 37 crianças perdidas nas praias das Zonas Sul e Oeste Divulgação
Pais devem identificar os filhos antes de sair de casa Divulgação

Últimas de Rio de Janeiro