Motorista de aplicativo morre após ser atingido por bloco de concreto no Maracanã

Delegacia de Homicídios investiga o crime

Por O Dia

Motorista de aplicativo morre após ser atingido por bloco de concreto
Motorista de aplicativo morre após ser atingido por bloco de concreto -
Rio - A Delegacia de Homicídios (DH) da Capital investiga a morte do motorista de aplicativo Fernando de Souza Gomes da Silva, de 39 anos. Segundo informações preliminares da especializada, o homem foi atingido por um bloco de concreto que foi arremessado de uma passarela, na madrugada deste sábado, na Avenida Castelo Branco, no Maracanã, Zona Norte do Rio. 
De acordo com relatos de testemunhas, o objeto, que fazia parte da estrutura de construção, teria sido lançado por um homem, ainda não identificado, do alto da passarela que liga o estádio do Maracanã às estações de trem e metrô. O bloco atingiu Fernando no peito, que estava com uma passageira no carro. 
Com o impacto, o pé do motorista prendeu no acelerador. A passageira precisou pular para o banco da frente e assumir o volante, impedindo uma colisão. A cena foi acompanhada por um taxista, que também circulava pela região.
O motorista chegou a ser levado pelo SAMU para o Hospital Salgado Filho, no Méier, mas não resistiu aos ferimentos. Fernando era casado e deixa duas filhas. Ele será enterrado nesta segunda-feira, às 13h, no Cemitério de Inhaúma.
Motorista de aplicativo morre após ser atingido por bloco de concreto - Reprodução
Segundo a Polícia Civil, uma perícia foi feita no local. Os agentes procuram possíveis testemunhas e imagens de câmeras de segurança instaladas na região onde aconteceu o fato para tentar identificar a autoria do crime. 


Galeria de Fotos

Motorista de aplicativo morre após ser atingido por bloco de concreto Reprodução
Fernando de Souza Gomes Reprodução
Fernando de Souza Gomes Reprodução

Comentários