Ao som de música gospel, marido de Flordelis é sepultado em São Gonçalo

Cerimônia foi marcada pela emoção da família e dos amigos

Por RAFAEL NASCIMENTO

Anderson do Carmo foi sepultado no cemitério Memorial Parque Nictheroy, em Laranjal, São Gonçalo
Anderson do Carmo foi sepultado no cemitério Memorial Parque Nictheroy, em Laranjal, São Gonçalo -
Rio - Milhares de pessoas, entre familiares, amigos, políticos e fiéis lotaram, nesta segunda-feira, o cemitério Memorial Parque Nictheroy, em Laranjal, São Gonçalo, para se despedir do pastor Anderson do Carmo, marido da missionária e deputada federal Flordelis (PSD-RJ), assassinado na madrugada de domingo. A cerimônia foi marcada pela emoção, desespero dos filhos, da viúva e da mãe de Anderson. O sepultamento ocorreu ao som de música gospel e muita gente passou mal.
Anderson do Carmo foi sepultado no cemitério Memorial Parque Nictheroy, em Laranjal, São Gonçalo - Agência O Dia/Rafael Nascimento
"Filho, por que você foi embora. Deus, deixa o meu filho. Me ajuda, Deus. Ô meu filho, me leva. Não me deixa. Meu amor, eu te amo muito. Meu deus, conforta meu coração. Por que fizeram isso com você, meu filho. Mataram meu filho, perdi meu filho, gente. Um pedação do meu coração. Nunca mais vou ver ele, Deus", disse a mãe do pastor, Edna dos Santos, chorando muito.

Emocionada, Flordelis voltou a dizer à imprensa que o marido morreu numa tentativa de assalto, para defender a família.

"Ele preferiu sair e arriscar sua vida pela minha vida e a dos nossos filhos. Estávamos vindo de um passeio. Ele como sempre, deixou o portão da garagem aberta. Eu ainda brinquei, tranca essa garagem. Ele voltou para pegar a mochila e deixou a garagem aberta. Não sabemos quem foi. A vida do meu marido foi interrompida de forma violenta", lamentou a mulher.
A deputada ressaltou ainda que pretende trabalhar para diminuir a violência no Rio.
"Só peço forças a Deus para mim e meus filhos. E que eu lá na Câmara juntos com os deputados e senadores lutemos contra a violência no nosso país e no nosso estado. Vamos continuar com essa bandeira. E que Deus renove nossas forças. E que Deus possa abençoar a todos. Vamos continuar. Eu acredito, mesmo na morte do meu marido, eu acredito no Brasil, no Rio, e acredito que essa violência terá fim. Nosso garoto está indo embora."
Alguns políticos e amigos do casal estavam presentes no velório. O senador Arolde de Oliveira conhecia a família da igreja e disse que vai sentir saudade do amigo. 

"Para nós que somos parceiros, companheiros, tanto da família dele quanto do ministério da Flordelis, agora também na política, é um golpe muito grande. Como pessoas de fé aceitamos, é a vontade de Deus, mas a saudade vai ficar. Temos que reverenciar e preservar a memória do pastor e tocar o trabalho. O ministério tem que continuar em todas as suas frentes, assim na política também focado nos mais necessitados, do qual o pastor era um dos idealizadores e promotores", disse o senador.
A secretária Aline Oliveira, de 40 anos, é uma das fiéis que estava presente no velório.

"É inacreditável, inaceitável, uma brutalidade muito grande. Uma pessoa que não merecia, de Deus. Pastor Anderson do Carmo era um dos homens mais inteligentes que conheci, temente a Deus, você sentia o Espírito Santo de Deus nas ministrações dele. Uma pessoa do bem, que acreditava na melhora do mundo e nos deixou através dessa violência. Dói muito", lamentou Aline.

A cantora gospel Bruna Carla também ressaltou a bondade de Anderson.

"O pastor Anderson era muito ousado. Uma pessoa maravilhosa que tinha um coração muito lindo. Eu os conheço desde o início da minha carreira e ele me apoiou muito. Ele acreditava nas pessoas. Nossos corações estão destroçados”, disse a cantora gospel Bruna Carla.
Uma assinatura que vale muito

Contribua para mantermos um jornalismo profissional, combatendo às fake news e trazendo informações importantes para você formar a sua opinião. Somente com a sua ajuda poderemos continuar produzindo a maior e melhor cobertura sobre tudo o que acontece no nosso Rio de Janeiro.

Assine O Dia

Galeria de Fotos

Anderson do Carmo foi sepultado no cemitério Memorial Parque Nictheroy, em Laranjal, São Gonçalo Rafael Nascimento / Agência O DIA
Anderson foi morto na madrugada de domingo Rafael Nascimento / Agência O Dia

Comentários