Bode Cheiroso vive noite histórica na véspera do jogo da Argentina

Bar do Maracanã fez vaquinha para presentear Igor, ambulante de 10 anos, que teve a bicicleta furtada enquanto vendia amendoim

Por O Dia

Igor, de apenas 10 anos, fã do craque Messi, ganhou uma bicicleta do time de craques do bar Bode Cheiroso
Igor, de apenas 10 anos, fã do craque Messi, ganhou uma bicicleta do time de craques do bar Bode Cheiroso -
Rio - O Maracanã acordou com a expectativa de viver uma de suas grandes tardes, com a presença do supercraque Messi na partida entre Argentina e Venezuela, pela Copa América, mas para o pequeno Igor, de apenas 10 anos, fã do craque do Barcelona e morador da Vila Mimosa, nada superará a noite de ontem, graças a um time pouco conhecido, formado por Leandro, Paulinho Sabonete, Jiraya, Vinícius Jr e Tio Maneco, garçons do famoso Bar do Bode Cheiroso, vizinho ao estádio Mário Filho, que há 70 anos já servia de base para os operários que ergueram o maior palco de futebol do planeta.
“Na terça-feira, ele (Igor) esteve aqui vendendo amendoim para os clientes, e parou sua bicicleta na outra esquina. Quando voltou, tinham levado o “camelinho” dele e começou a chorar. Sentimos na pele o que esse moleque passava e decidimos fazer uma vaquinha entre nós, mas os clientes também ajudaram, o bar ajudou e ontem entregamos uma bicicleta nova para ele, e uma tranca com cadeado (risos)”, disse Leandro, idealizador não da boa ação, mas da ótima ação que arrancou aplausos de todos os presentes na noite de ontem.
Proprietário do bar, Leonardo Lelê, diz que nada do que Messi pode vir a fazer logo mais superará o golaço dos seus garçons.
“O Brasil vive um momento difícil, não só no futebol, e o Rio, mais difícil ainda. Em todos os níveis. Às vezes temos a impressão que deixamos de lado o respeito, a solidariedade, a boa convivência, que sempre foram nossas características. São práticas que, pelo menos nos botequins, resistem. E quando dão frutos, como ontem, não tem como comemorar”, diz o vascaíno Lelê, que serve, junto com os garçons, um dos melhores pernis da cidade, e agora, também, solidariedade.
Uma assinatura que vale muito

Contribua para mantermos um jornalismo profissional, combatendo às fake news e trazendo informações importantes para você formar a sua opinião. Somente com a sua ajuda poderemos continuar produzindo a maior e melhor cobertura sobre tudo o que acontece no nosso Rio de Janeiro.

Assine O Dia

Comentários