Morre menino atacado a tiros junto com a família em Marechal Hermes

Criança estava internada no Hospital Municipal Pedro II em estado gravíssimo

Por O Dia

Além da criança, Luciana Almeida da Silva, de 35 anos, e Lindsay de Almeida Reis, mãe e irmã, também morreram
Além da criança, Luciana Almeida da Silva, de 35 anos, e Lindsay de Almeida Reis, mãe e irmã, também morreram -
Rio - O menino Victor Almeida, de 7 anos, que foi atacado a tiros em casa junto com a família em Marechal Hermes, na Zona Norte do Rio, morreu na noite desta quarta-feira, no Hospital Municipal Pedro II, em Santa Cruz, onde estava internado com estado de saúde gravíssimo. A informação foi confirmada pela Secretaria Municipal de Saúde. Segundo informações preliminares da polícia, Victor e a família teriam sido atacados por homens armados por uma suposta briga por causa da divisão de uma herança.
Além da criança, Luciana Almeida da Silva, de 35 anos, e Lindsay de Almeida Reis, mãe e filha, morreram na hora do ataque. Wladimyr Dativo dos Santos, 41, pai do menino, também foi atingido e socorrido para o Hospital Albert Schweitzer, em Realengo, onde está em estado estável.

O menor foi atingido na cabeça e Wladimyr foi baleado em diversas partes do corpo. Os tiros em Luciana a acertaram na coxa e virilha esquerda e no braço direito. Ela também chegou a ser socorrida no Carlos Chagas, mas não resistiu aos ferimentos.

Policiais militares do 9º BPM (Rocha Miranda) foram acionados e estiveram no local. Eles acionaram a Delegacia de Homicídios da Capital (DH), que investiga o caso. Ainda não há informações sobre a data e local de sepultamento das vítimas. 

Comentários