Megaoperação prende 23 traficantes responsáveis por diversos roubos na Baixada

Outros dois criminosos morreram ao entrar em confronto com os policiais, que estiveram em três comunidades de Duque de Caxias

Por RAI AQUINO

Alguns presos foram levados ontem para a Cidade da Polícia
Alguns presos foram levados ontem para a Cidade da Polícia -
Rio - A 62ª DP (Imbariê) fez, na manhã desta desta sexta-feira, a Operação Cerberus, contra traficantes responsáveis por diversos tipos de roubos praticados em Duque de Caxias, na Baixada Fluminense. Cerca de 300 policiais civis participaram da ação, que pretendia cumprir 43 mandados de prisão nas comunidades Santa Lúcia, Rodrigues Alves e Parada Angélica
A ação teve 23 presos, dentre alvos da ação e alguns em flagrante. Dois suspeitos morreram ao entrar em confronto com os agentes. Um deles estava com uma pistola 8mm, com dois carregadores e munições. Além desses materiais, os policiais também apreenderam drogas.
"Um desses mortos, inclusive, trocou tiros comigo e com a minha equipe", contou o titular da 62ª DP, o delegado Túlio Pelosi, que está comandando a operação. "Os mandados estão sendo cumpridos em cerca de 80 localidades dessas comunidades".
Preso na Cidade da Polícia - Estefan Radovicz / Agência
INVESTIGAÇÕES
De acordo com as investigações da distrital, os alvos da ação de hoje, além do tráfico de drogas, também praticam roubos de cargas, de veículos, a estabelecimentos comerciais, a ônibus e a pedestres. Tudo para aumentar o lucro da quadrilha e permitir a continuação do controle nas comunidades, assim como a expansão dos domínios da facção Comando Vermelho (CV), da qual o grupo faz parte.
"A gente está investigando esses casos desde janeiro. Percebemos ao longo desses 11 meses que o crime que mais atinge Imbariê é o crime de roubo em geral. A partir daí, constatamos que esses casos são praticados por elementos ligados ao tráfico de drogas daqui do distrito", Pelosi contou.
De acordo com o delegado, o bando tem um esquema de distribuição dos roubo de cargas, uma vez que a região é rota de várias transportadoras.
Preso na Cidade da Polícia - Estefan Radovicz / Agência O Dia
VÁRIAS DELEGACIAS
Além da 62ª DP, a ação contou com o apoio de diversas delegacias do DGPB (Departamento Geral de Polícia da Baixada), DGPE (Departamento Geral de Polícia Especializada), DGPC (Departamento Geral de Polícia da Capital), DGPI (Departamento Geral de Polícia do Interior) e da Coordenadoria de Recursos Especiais (Core).
"Essa é a primeira de várias operações. Agora que a gente tem esses vários mandados de prisão, a identificação desses vários elementos vai deflagar outras ações", o titular da 62ª DP afirmou.
Os presos foram levados, em sua maioria, para a Delegacia Especializada em Armas, Munições e Explosivos (Desarme), na Cidade da Polícia, na Zona Norte da capital.

Galeria de Fotos

Alguns presos foram levados ontem para a Cidade da Polícia Estefan Radovicz
Preso na Cidade da Polícia Estefan Radovicz / Agência
Preso na Cidade da Polícia Estefan Radovicz / Agência O Dia
Policiais estão em três comunidades de Caxias Reprodução / TV Globo

Comentários