Torcedor é espancado e mais de 10 são presos em brigas de torcidas antes de clássico

Vídeos mostram botafoguenses e flamenguistas entrando em confronto em diversas regiões antes do jogo no Niltão

Por O Dia

Confusão na Taquara
Confusão na Taquara -
Rio - Torcedores do Botafogo e do Flamengo entraram em confronto em diversas regiões da cidade antes do jogo entre os clubes cariocas pela 31ª rodada do Campeonato Brasileiro. O clássico aconteceu no Estádio Nilton Santos, no Engenho de Dentro, na Zona Norte.
A briga mais intensa foi nas imediações das estações Santa Efigênia e Merck do BRT Transcarioca, na Taquara, Zona Oeste. Em um posto de gasolina da região, o botafoguense Jonathan Massara, de 30 anos, foi gravemente agredido por flamenguistas com socos, chutes, pontapés e até pedaços de madeira. Ele chegou a ficar desacordado.
Jonathan foi socorrido em um hospital da região e, de acordo com familiares, seu quadro de saúde é estável. "Força, irmão. Tu é um guerreiro. Boa recuperação", um amigo desejou, no perfil do Facebook do botafoguense.
No arredores do Niltão também houve confusão. A Polícia Militar disse que atuou na região usando "armamento de menor potencial ofensivo para estabilizar as situações". Quatro cambistas foram presos tentando vender ingressos nas imediações da Rua Goiás.
Dentro do estádio, policiais do Batalhão Especial de Policiamento em Estádios (Bepe) retiraram cerca de 70 torcedores do Flamengo das arquibancadas do Setor Leste, destinado à torcida do Botafogo. Durante a mudança, um segurança chegou a ser agredido quando tentou proteger um flamenguista de um ataque de botafoguenses; assista!
PRESOS
A Polícia Militar conseguiu dispersar a multidão de torcedores que se concentravam na Santa Efigênia e Merck. De acordo com a secretaria, agentes do 18º BPM (Jacarepaguá) foram acionados após receberem informações de que torcedores rivais dos dois clubes estavam se concentrando na Praça da Merck.
Segundo a corporação, eles estavam com tacos de basebol e cabos de enxada. Quinze deles foram detidos e levados para a 32ª DP (Taquara).
De acordo com a Polícia Civil, dois dos agressores já foram identificados e autuados em flagrante pelos crimes de tentativa de homicídios e associação criminosa. "As imagens arrecadadas estão sendo analisada e testemunhas sendo ouvidas para identificar os demais envolvidos no crime", a secretaria disse, em nota.

Galeria de Fotos

Confusão na Taquara Reprodução / Internet
Material encontrado com torcedores Divulgação / Polícia Militar
Torcedores levados para a delegacia Divulgação / Polícia Militar
Torcedores levados para a delegacia Divulgação / Polícia Militar

Comentários