Witzel diz que Crivella pediu prazo de 15 dias para transferir administração do Sambódromo

Segundo governador, o pedido foi feito porque os vereadores entendem que deveria ter uma lei autorizando a cessão

Por O Dia

Governador Wilson Witzel
Governador Wilson Witzel -
Rio - O governador Wilson Witzel declarou, na manhã desta sexta-feira, que o prefeito do Rio, Marcelo Crivella, pediu um prazo de mais 15 dias para para transferir a administração do Sambódromo para o estado. Segundo Witzel, o pedido foi feito por conta de uma discordância dos vereadores.

"O prefeito me pediu mais 15 dias, porque os vereadores estão entendendo que deveria ter uma lei autorizando fazer a cessão com o estado. No meu ponto de visto não existe previsão legal para isso", disse o governador.

Witzel ainda demostrou estar preocupado que o atraso comprometa a preparação da avenida para o desfile. "Nós estamos muito preocupados com as obras a serem realizadas no equipamento e com o tempo", disse.

Ele afirmou também que o governo do estado vai tentar resolver o impasse com os vereadores o mais rápido possível. "O município não tem condições de fazer as obras. São obras que no total são quase R$ 40 milhões e nós vamos fazer apenas R$ 9 milhões de obras, que é o necessário para evitar que o espetáculo sofra qualquer tipo de paralisação, como aconteceu esse ano, que pouco antes da abertura da avenida foi fechado por uma decisão judicial", finalizou.

Witzel ainda garantiu que independente da cessão do Sambódromo ao governo, irá fazer o aporte financeiro para os hospitais municipalizados Albert Schweitzer, em Realengo, e Rocha Faria, em Campo Grande, na Zona Oeste do Rio. 

Comentários