Bandido diz na internet que é general

Por

Investigações da Polícia Civil apontam que principais responsáveis pela disputa pela venda de drogas no Frade seriam Júnior Gertrudes de Oliveira, o Juninho Corta Cabeça, do TCP, e seu rival, Marco Thomaz dos Santos Moreira de Almeida, o Sem Roupa, do Comando Vermelho.

Os criminosos também se enfrentam nas redes sociais. Na semana passada, um vídeo gravado por Corta Cabeça circulou nas redes. Na gravação, ele se denomina "general Júnior Gertrudes". O traficante ainda faz referência à principal liderança da facção, Rafael Alves, o Peixe, da Vila Aliança, na Zona Oeste do Rio, chamando o comparsa de comandante. Outro criminoso veste farda da PM. "A roupa, além de uma afronta à corporação, pode ser usada para confundir em uma falsa blitz", disse o delegado Celso Gustavo Ribeiro.

Uma assinatura que vale muito

Contribua para mantermos um jornalismo profissional, combatendo às fake news e trazendo informações importantes para você formar a sua opinião. Somente com a sua ajuda poderemos continuar produzindo a maior e melhor cobertura sobre tudo o que acontece no nosso Rio de Janeiro.

Assine O Dia

Comentários