Associação entra com nova liminar contra barcas

Concessionária diz estar em acordo com avaliação do TJ-RJ e da Agetransp

Por O Dia

Representantes da Associação de Moradores de Paquetá vão ao Fórum, hoje, para entrar com uma segunda liminar contra a nova grade de horários para barcas em Cocotá, Paquetá e Arariboia, projeto apresentado pela CCR Barcas no dia 23 de dezembro. No dia 26, os moradores da ilha haviam entrado com a primeira ação na Defensoria Pública do Rio de Janeiro, e aguardam o parecer. A concessionária vai receber propostas de mudança dos novos horários até hoje. As alterações poderão ser colocadas em prática já a partir de amanhã.

A CCR Barcas entende que o Tribunal de Justiça do Rio de Janeiro, órgão encarregado de analisar o processo, se posiciona a favor da alteração. "O entendimento da concessionária é o de que a decisão proferida pelo Juízo da 6ª Vara da Fazenda Pública e confirmada pelo Tribunal de Justiça não gera dúvidas sobre a sua imediata aplicação, especialmente quando se verifica que a Setrans (Secretaria de estado de Transportes), a agência (Agetransp) e a concessionária acordaram por manifestações nos autos do processo em relação às medidas que serão implementadas", afirmou em nota. Procurado, o TJ-RJ não se pronunciou até o fechamento desta matéria

Mobilização

O presidente da Associação de Moradores de Paquetá, Alfredo Braga, está à frente da mobilização contra a alteração dos horários. Segundo ele, a segunda liminar, apresentada hoje no Fórum, deve reforçar o caráter de urgência da medida.

"Nossa preocupação é justamente a mudança de horário, porque vai impactar a ilha inteira, mexer com o turismo e dificultar o traslado tanto de profissionais que saem da ilha para trabalhar, quanto para quem vem para cá. As alterações nas faixas de horário que querem implementar vão causar um caos total", afirmou.

Uma assinatura que vale muito

Contribua para mantermos um jornalismo profissional, combatendo às fake news e trazendo informações importantes para você formar a sua opinião. Somente com a sua ajuda poderemos continuar produzindo a maior e melhor cobertura sobre tudo o que acontece no nosso Rio de Janeiro.

Assine O Dia

Comentários