Traficantes 'proíbem' venda de produtos roubados em comunidades do Centro do Rio

Mensagem alerta que quem descumprir a recomendação 'será severamente cobrado'

Por O Dia

Mensagem que está sendo divulgada nas comunidades da região
Mensagem que está sendo divulgada nas comunidades da região -
Rio - A polícia investiga uma mensagem que teria sido divulgada por traficantes das comunidades Fallet Fogueteiro, Prazeres e Coroa, que ficam entre Santa Teresa, Santo Cristo e Rio Comprido, na região central do Rio. Em um panfleto impresso, os criminosos alertam ladrões da região sobre a compra, troca ou venda de produtos roubados.
"A partir de hoje fica estabelecido e determinado que não será permitido a compra ou troca e venda de frutos de roubo (tais como carro, moto, telefone, ouro e etc) na nossa comunidade", a mensagem avisa.
O bilhete diz ainda que quem for pego praticando o crime em questão "vai perder o produto de roubo e será severamente cobrado, pois já está sendo avisado".
"Avisando aos amigos da correria (ladrão) que última forma de roubos na nossa comunidade. Nada roubo zero", o texto acrescenta.
A Polícia Civil disse que a 7ª DP (Santa Teresa) investiga o tráfico na região e que "essas mensagens estão sendo apuradas pela unidade".
Uma assinatura que vale muito

Contribua para mantermos um jornalismo profissional, combatendo às fake news e trazendo informações importantes para você formar a sua opinião. Somente com a sua ajuda poderemos continuar produzindo a maior e melhor cobertura sobre tudo o que acontece no nosso Rio de Janeiro.

Assine O Dia

Comentários