Irmão de bicheiro Maninho morre em ataque na Barra da Tijuca

Policiais foram acionados, mas já o encontraram sem vida, dentro do carro

Por Julia Noia e Jenifer Alves

Alcebíades era apontado como líder do jogo do bicho
Alcebíades era apontado como líder do jogo do bicho -
Rio - O irmão do bicheiro Waldomir Paes Garcia, o Maninho, foi assassinado na madrugada desta terça-feira,  na Avenida Jornalista Henrique Cordeiro, na Barra da Tijuca, Zona Oeste do Rio. Alcebíades Paes Garcia, era conhecido como Bid e estava em uma van, com o motorista, Vagner Gomes, e a esposa. Eles voltavam do desfile na Marquês de Sapucaí para o prédio da esposa quando ocorreu o ataque. Os demais ocupantes do carro não ficaram feridos.
Maninho foi morto em 28 de setembro de 2004 e desde então é travada uma guerra pelo domínio dos pontos de jogo do bicho no estado do Rio. Em outubro do ano passado, sua filha, Shanna Harrouche Garcia sofreu um atentado e foi baleada no estacionamento de um shopping na Barra da Tijuca, na Zona Oeste. 
Segundo a Polícia Militar, equipes do 31° BPM (Recreio dos Bandeirantes) foram acionadas e ao chegarem no local, os policiais encontraram um veículo com marcas de tiro e um homem sem vida. A área foi isolada e a Delegacia de Homicídios da Capital (DHC) acionada. A Polícia investiga o caso como execução.
A esposa de Alcebíades e o motorista estiveram na DHC durante a manhã de hoje para prestar depoimento, mas não atenderam à imprensa. Ainda ontem, o porteiro do prédio em que mora Fabíola também seria chamado à Delegacia de Homicídios para ser ouvido pelo delegado encarregado do caso. Segundo relatos, os atiradores usavam um veículo Honda Fit preto e máscaras de palhaço durante a ação. No local, também foram encontradas marcas de tiro em um Volkswagen Up estacionado na rua e em uma grade do prédio em frente ao de Fabíola. 
A especializada está em busca de câmeras de segurança que possam ajudar na identificação dos autores do crime e a perícia do carro de Bid foi feita na manhã de ontem na DHC. 
Atentado contra filha de bicheiro
RICARDO CASSIANO/AGÊNCIA O DIA - Shanna Harrouche Garcia, filha do bicheiro Waldomiro Paes Garcia, o Maninho, foi baleada, na terça-feira (08), no Recreio dos Bandeirantes, na Zona Oeste do Rio. Shana deixa o Instituto Médico Legal, localizado no Centro do Rio de Janeiro, após fazer exame de corpo de delito - Ricardo Cassiano/Agência O Dia
Em outubro de 2019, Shanna Harrouche Garcia, filha de Maninho, foi baleada, na Avenida das Américas, no Recreio dos Bandeirantes, na Zona Oeste do Rio. Segundo a polícia, a vítima foi atingida quando chegava a um centro comercial. De acordo com a delegada Adriana Belém, responsável pelo caso, o atirador estava em um carro e seguia a vítima. O responsável pelo atentado esperou Shanna sair do carro para dar ré e fazer os disparos.
Na ocasião, Shanna acusou Bernardo Bello, seu ex-cunhado, como envolvido no atentado. Ele chegou a prestar depoimento sobre o caso e durante o esclarecimento permaneceu na especializada por cerca de 3h. Acompanhado do advogado, ele não parou para falar com a imprensa.
Bernardo foi intimado a depor pelo delegado Daniel Rosa, titular da DH Capital. 
Bernardo Bello na DH da Barra logo após prestar depoimento - Estefan Radovicz

 

Atentado contra filha de Maninho

Em outubro de 2019, Shanna Harrouche Garcia, filha de Maninho, foi baleada, na Avenida das Américas, no Recreio dos Bandeirantes, na Zona Oeste do Rio. Segundo a polícia, a vítima foi atingida quando chegava a um centro comercial. De acordo com a delegada Adriana Belém, responsável pelo caso, o atirador estava em um carro e seguia a vítima. O responsável pelo atentado esperou Shanna sair do carro para dar ré e fazer os disparos.

Na ocasião, Shanna acusou Bernardo Bello, seu ex-cunhado, como envolvido no atentado. Ele chegou a prestar depoimento sobre o caso e durante o esclarecimento permaneceu na especializada por cerca de 3h. Acompanhado do advogado, ele não parou para falar com a imprensa. Bernardo foi intimado a depor pelo delegado Daniel Rosa, titular da DH Capital.
Uma assinatura que vale muito

Contribua para mantermos um jornalismo profissional, combatendo às fake news e trazendo informações importantes para você formar a sua opinião. Somente com a sua ajuda poderemos continuar produzindo a maior e melhor cobertura sobre tudo o que acontece no nosso Rio de Janeiro.

Assine O Dia

Galeria de Fotos

Alcebíades era apontado como líder do jogo do bicho Reprodução/Internet
Bernardo Bello sai da DH da Barra logo após prestar depoimento Estefan Radovicz
21/10/2019 - RICARDO CASSIANO/AGÊNCIA O DIA - Shanna Harrouche Garcia, filha do bicheiro Waldomiro Paes Garcia, o Maninho, foi baleada, na terça-feira (08), no Recreio dos Bandeirantes, na Zona Oeste do Rio. Shana deixa o Instituto Médico Legal, localizado no Centro do Rio de Janeiro, após fazer exame de corpo de delito, nesta segunda-feira, (21). Foto: Ricardo Cassiano/Agência O Dia Ricardo Cassiano/Agência O Dia

Comentários