Jovem de 20 anos é esganada pelo ex durante série de agressões na Baixada

Vítima ficou com várias marcas pelo pescoço

Por O Dia

Vítima teve marcas no pescoço
Vítima teve marcas no pescoço -
Rio - Policiais da Delegacia Especial de Atendimento à Mulher (Deam) de Nova Iguaçu prenderam em flagrante, na noite desta terça-feira, um homem suspeito de ter agredido violentamente a ex-namorada. O homem, que tem 20 anos, tem uma bebê com a vítima, que também tem 20 anos.
De acordo com a delegada Mônica Areal, titular da Deam de Nova Iguaçu, após ser agredida, a mulher foi até a especializada denunciar o ex. Lá, ela contou que as agressões aconteceram por volta das 6h de ontem, quando ele chegou a esganá-la. Por isso, ela ficou com várias marcas no pescoço.
Depois que a vítima prestou depoimento, a delegada pediu que os policiais fizessem buscas pelo autor das agressões. Ainda segundo ela, o homem foi encontrado por volta das 19h30, na casa da mãe, em Nilópolis, ainda na Baixada Fluminense.
"Quando ele foi preso, disse que foi ela quem começou as agressões, mas ele não tem nenhuma marca pelo corpo", destaca Areal, dizendo que o homem foi autuado por violência doméstica contra a mulher. "Os amigos dele chegaram a ir à delegacia e estavam nervosos, querendo saber o que iria acontecer com ele".
Agressões aconteceram no início da manhã desta terça-feira - Divulgação / Polícia Civil
Ainda segundo a delegada, a vítima ficou preocupada com a reação da família do ex, dizendo que chegou a ficar com pena dele por causa da prisão.
"Lesão no pescoço é um perigo. Pode apertar errado e matar a vítima", alerta Areal.
Uma assinatura que vale muito

Contribua para mantermos um jornalismo profissional, combatendo às fake news e trazendo informações importantes para você formar a sua opinião. Somente com a sua ajuda poderemos continuar produzindo a maior e melhor cobertura sobre tudo o que acontece no nosso Rio de Janeiro.

Assine O Dia

Galeria de Fotos

Vítima teve marcas no pescoço Divulgação / Polícia Civil
Agressões aconteceram no início da manhã desta terça-feira Divulgação / Polícia Civil

Comentários