Polícia prende integrante de milícia que cortava sinal de celular para exigir pagamento

Valores cobrados chegavam a cerca de R$ 30 mil

Por O Dia

Rio - Agentes da Delegacia de Repressão às Ações Criminosas Organizadas e Inquérito Especiais (Draco-IE), com apoio da Delegacia de Roubos e Furtos (DRF), desarticularam, nesta sexta-feira, um esquema de extorsão utilizado por uma milícia que atua em Bangu, na Zona Oeste do Rio, que consistia em cortar o sinal de telefonia móvel para exigir pagamento. 
Um integrante da quadrilha foi preso em flagrante, pelos crimes de extorsão e associação criminosa. Segundo a polícia, as investigações apontaram que o esquema da quadrilha consistia em cortar os sinais de telefonia móvel de operadoras para exigir o pagamento de valores mensais para que técnicos pudessem restabelecer o sinal. Os valores cobrados chegavam a cerca de R$ 30 mil. As investigações prosseguem para identificar todo os envolvidos no crime.

Comentários